Precarização do trabalho deve aumentar mundialmente em 2023, aponta relatório da OIT

Precarização do trabalho – O atual cenário de desaceleração econômica global deve forçar mais trabalhadores em todo o mundo a aceitarem empregos de menor qualidade neste ano. Esta é a previsão feita pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), em relatório divulgado nesta semana. 

A atual desaceleração significa que muitas pessoas podem ser obrigadas a optar por uma remuneração mais baixa, trabalhos precários, sem proteção social, ou com um número reduzido de horas. 

O levantamento “Perspectivas Sociais e de Emprego no Mundo” também constatou que mulheres e jovens estão nas piores posições no mercado. A taxa de desemprego chega a ser três vezes maior, no caso de jovens entre 17 e 24 anos, na comparação com adultos das outras faixas etárias. 

O crescimento global do emprego será de apenas 1% em 2023, menos da metade que no ano passado. Mas, por causa do aumento populacional, o desemprego vai aumentar: cerca de 3 milhões de desempregados a mais, chegando a quase 6% da população mundial. 

No Brasil, a expectativa é que a taxa de desemprego fique em torno de 9% em 2023. Em 2021, a taxa média de desemprego foi de 13,2%, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e de 13,8% em 2020. 

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, todo esse cenário é motivado por fatores como a guerra na Ucrânia, a alta da inflação em vários países e a opção por políticas monetárias mais restritivas.  

Este ano, apenas a África e os Estados Árabes terão um crescimento do emprego acima de 3%. Na Ásia e na América Latina, o crescimento projetado é de cerca de 1%. 

Ainda de acordo com o relatório, o desempenho das economias do Brasil e do México no ano passado impediram taxas mais elevadas no continente.  

Mas é na América do Norte e na Europa que os impactos da desaceleração econômica serão maiores. Nesses países, a criação de novas ofertas de trabalho deve ser nula ou negativa em 2023. 

Fonte: Agência Brasil 

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"