NOTA DE REPÚDIO: Estado de respeito é estado que respeita a vida

A CSB manifesta seu repúdio à “operação pancadão” na comunidade de Paraisópolis, na zona sul paulistana, que ocorreu na madrugada de sábado para domingo.

Na ação, comandada pela Polícia Militar do Estado de SP, morreram 9 jovens e outros 12 ficaram feridos. Essa operação desastrosa demonstra a política violenta que é liderada pelo Governador João Doria no comando da PM do Estado de SP.

Doria, desde os tempos de prefeito, promove ações violentas e higienistas sempre com o viés elitista e anti-pobre. Oferecer ração para os mais pobres, as violentas ações na Cracolândia, uso de jatos d’água contra moradores de rua foram marcas de sua reprovada gestão à frente da capital paulista.

O slogan da atual administração do Governo do Estado de São Paulo é “Estado de respeito”, mas não é o que se demonstra na prática. Estado de respeito é estado que preserva a vida, respeita a diversidade e combate às desigualdades.

O presidenciável João Doria em sua sanha para ocupar o posto da extrema-direita no próximo pleito presidencial demonstra que fará do Governo do Estado uma trincheira de extermínio contra a juventude negra e periférica.

Para o João, “likes” e selfies importam; vidas negras e periféricas, não!

A Central dos Sindicatos Brasileiros se solidariza com as vítimas e suas famílias, desejando que a paz prospere na comunidade. Que os moradores possam ver os ventos da repressão policial sendo substituídos pelos ventos das oportunidades de emprego e da educação de qualidade.

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"