Nota de Repúdio – Associação dos Policiais Penais do Brasil se posiciona contra Paulo Guedes

Motivada pela fala do Ministro da Economia, Paulo Guedes, que na última sexta-feira comparou os funcionários públicos a parasitas, a Associação dos Policiais Penais do Brasil emitiu uma nota de repúdio.

No texto, a associação reforça a importância do funcionalismo ao Brasil, sendo um dos principais garantidores de direitos básicos como saúde, educação e segurança.

Confira abaixo a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO

A Associação dos Policiais Penais do Brasil – Ageppen-Brasil repudia
veementemente a declaração do Ministro da Economia, Paulo Guedes, o qual comparou os
servidores públicos à parasitas.
Na verdade, os servidores públicos do país tem sido o único refúgio do nosso povo, e o
único alento quando se trata acesso às políticas públicas de saúde, educação, segurança e
combate à corrupção. Vale citar que, os Policiais Penais tem sido exemplo, guardando a
sociedade dos piores indivíduos, combatendo o crime organizado dentro das penitenciárias,
e como ato mais recente, ajudando a diminuir drasticamente os índices de criminalidade no
estado do Ceará, apesar das parcas condições de trabalho e desvalorização salarial. O fato
é que governos têm promovido o destruição dos serviços públicos, através do
sucateamento material e das condições de trabalho, achatamento de salários, isso sem
contar a má gestão por pessoas geralmente indicadas politicamente, que não tem qualquer
compromisso com a sociedade e com o país.
Na verdade, os servidores públicos do país são a última fileira de combate ao
desmonte do estado promovido nos últimos anos, e apesar dos constantes ataques sofridos
nas mais variadas esferas, continuam firmes na construção de um país mais justo e
solidário, onde o cidadão, principal recebedor dos serviços públicos, seja verdadeiramente
atendido nas suas necessidades.

WAGNER JOSÉ MONTEIRO FALCÃO.
PRESIDENTE

Compartilhe:

Leia mais
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto que altera regras do Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto
Ministro Carlos Lupi e José Avelino Pereira Sinab CSB
Presidente do Sinab assume posto no Conselho Nacional de Previdência Social