Nota da CSB sobre a morte da vereadora Marielle Franco

A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) manifesta profundo pesar pelo assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) na noite desta quarta-feira (14), no centro da capital fluminense.

Marielle era protagonista de uma incansável luta contra a violência, a discriminação racial e social, pelos direitos das mulheres, dos pobres e pela igualdade de gênero. A vereadora fazia parte de um conjunto de forças progressistas do País que batalham diariamente pela igualdade de direitos das classes menos favorecidas da população.

Este crime bárbaro é resultado do desmonte do Estado Brasileiro, bem como da desqualificação e do desprestígio das autoridades que comandam os órgãos públicos no Rio de Janeiro e em nível federal. Esta execução sumária representa a falência do sistema político brasileiro, da segurança pública, responsáveis por deixar o povo e a sociedade reféns da barbárie, da miséria, da insegurança e do medo.

A CSB exige rápida investigação e resolução deste crime bárbaro. A sociedade carioca e brasileira precisa de respostas rápidas do poder público, para que ainda reste uma esperança de que tragédias como esta não mais aconteçam e, acima de tudo, não representem diariamente a falência moral, social e política do Estado Brasileiro.

A Central se solidariza a todos os familiares, amigos, companheiros de jornada e partido de Marielle Franco, assim como de seu motorista, Anderson Pedro Gomes, que também foi vítima de mais uma barbárie social brasileira.

Central dos Sindicatos Brasileiros

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)