negociacao-com-a-prefeitura-cosme-nogueira-janauba-e1521659239254

Servidores de Janaúba (MG) abrem canal de negociação com a prefeitura

Os servidores públicos municipais de Janaúba, no quinto dia de greve (nesta terça-feira, 20 de março), conseguiram um grande avanço rumo ao atendimento de suas demandas: a abertura de um canal de negociação com a prefeitura. Nesta quarta-feira (21 de março), às 10h, o prefeito Carlos Isaildon Mendes (PSDB) recebe diretores do Sindicato e o presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira. O encontro foi intermediado por quatro vereadores – Paulo Roberto “Pauleca” Oliveira (PRB), líder do Governo na Câmara, Pastor Walter (PTB), Valdeir do Leilão (SD) e Sérgio Coelho (DEM) – e só foi possível após o discurso de Cosme Nogueira na sessão de Câmara de segunda-feira (19 de março), quando o presidente da FESERP-MG pregou o diálogo para a solução do impasse que culminou na greve. “Nos reunimos com o prefeito durante cerca de três horas e pedimos que olhasse a questão do funcionalismo. A reunião dessa quarta-feira será uma boa oportunidade para o diálogo e para que os servidores sejam mais uma vez ouvidos, através do seu Sindicato”, afirmou o vereador Paulo Roberto “Pauleca”, durante reunião à tarde com Cosme Nogueira e a presidente do SINDIJANA, Marilea Ribeiro (foto). Ele ainda garantiu que outros dois colegas de Câmara estarão presentes: Professor Luizão (PTdoB) e Tarcísio Mendes (PSDB).

Marilea Ribeiro, espera que a reunião traga boas notícias para os servidores. “A Administração Municipal já conhece as nossas justas reivindicações. Os funcionários grevistas estarão do lado de fora da Prefeitura e assim que a reunião acabar eles saberão a proposta do Executivo e decidirão, em Assembleia, o que fazer”, afirmou a presidente do Sindicato.

As reivindicações dos servidores de Janaúba: 1) reajuste salarial, de 26%; 2) pagamento de progressão horizontal/adicional de desempenho devido; 3) reestruturação do Plano de Cargos e Salários dos servidores em geral e da Educação; 4) melhoria nas condições de trabalho; 5) estudo técnico para pagamento de insalubridade; 6) regulamentação da jornada 12 por 36 horas; 7) reforma do Estatuto do Servidor, e 8) formas de combater o assédio moral.

Além da FESERP-MG, presente na região desde domingo (18 de março), eles contam com o apoio também da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros) e da CSPB (Confederação dos Servidores Públicos do Brasil)

Acompanhem o histórico da greve:

No primeiro dia de greve, servidores de Janaúba (MG) fazem protesto em frente à prefeitura

Servidores de Janaúba (MG) dão continuidade à greve com passeata e garantida da legalidade da paralisação

Fonte: FESERP/MG

Compartilhe:

Leia mais
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende fortalecimento dos sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas (RS) começam a negociar acordos em novo cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra
carteira vazia contas a pagar salário mínimo
Salário mínimo no BR é menos da metade do valor necessário para garantir vida digna
reajuste salarial TI Paraná
Trabalhadores de TI do Paraná terão 5% de aumento salarial; veja pisos de cada função
assembleia feserp mg
Feserp-MG convoca sindicatos para assembleia de reformulação do estatuto
instrutor de yoga entra na cbo
Ufólogo, instrutor de yoga e outras 17 ocupações são incluídas na CBO