Indústria de Caieiras se antecipa à vigência da reforma trabalhista e pratica ato antissindical

Empresa afastou os funcionários da influência do Sindvestuário Guarulhos

Nem bem entrou em vigor a reforma trabalhista, que vai precarizar as relações de trabalho no Brasil a partir de 13 de novembro próximo, a HNDesk, fabricante de materiais de segurança localizada em Caieiras, decidiu se antecipar às futuras regras e afastar seus empregados da influência do Sindvestuário Guarulhos, numa nefasta prática antissindical.

Tal manifestação da empresa ocorreu na quarta-feira (2/8) quando diretores do Sindvestuário se dirigiram à assembleia previamente agendada para aprovar o novo valor da PLR (Participação dos Lucros e Resultados) o que é feito anualmente. “Estranhamos que o edital de convocação da assembleia havia sido substituído no quadro de avisos por um comunicado da empresa”, afirma Álvaro Egea, presidente do Sindvestuário Guarulhos e secretário-geral da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB).

Como se não bastasse, a direção da empresa, na hora agendada para a assembleia, aplicou um “chá de cadeira” nos dirigentes sindicais para fazer uma reunião exclusiva com os empregados por cinquenta minutos a portas fechadas. E os empregados foram orientados a apresentar na assembleia cartas de oposição à cobrança da mensalidade sindical. Diante da coação da empresa ao direito de livre associação sindical, os diretores do Sindvestuário Guarulhos suspenderam a assembleia. “A negociação será retomada quando a empresa voltar a agir de boa-fé“, diz Egea.

Fonte: Sindvestuário Guarulhos

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"