csb-mt-mpt-maio-lilas-setor-publico-governo-liberdade-sindical

Evento do Ministério Público do Trabalho debate liberdade sindical e reforma do governo em MT

Seminário foi realizado nesta sexta-feira (15), na sede da Federação dos Trabalhadores Rurais

Dirigentes sindicais, incluindo representantes da CSB, e juristas debateram liberdade sindical e reforma trabalhista em seminário promovido pelo Ministério Público do Trabalho, na sexta-feira (15), no Mato Grosso. O evento, promovido pela Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade Sindical (CONALIS), foi realizado na sede na sede da Federação dos Trabalhadores Rurais de Mato Grosso.

O seminário foi marcado pelo debate da campanha Maio Lilás. Durante todo o mês, o MPT fará, em todo o Brasil, “ações para dar visibilidade ao tema da liberdade sindical, promovendo o debate público sobre o assunto na sociedade civil. Cada procuradoria regional terá autonomia para criar uma programação local para o Maio Lilás”, segundo informações do Ministério.

Ao discursar sobre a campanha, o vice-presidente da CSB Antonio Wagner de Oliveira afirmou que “o MPT trabalha a liberdade sindical ou saúde e segurança do trabalhador sempre pelo prisma do trabalhador privado e nunca traz esse debate para o âmbito do serviço público”. “Também temos problemas com liberdade sindical, perseguição de direitos, de servidores, que participam dos atos da entidade”, frisou.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas do Mato Grosso, Fabio Viana, a discussão é válida, mas deveria ter sido feita antes da reforma trabalhista. “Esse desmonte dos direitos do trabalho em relação às entidades representativas é muito grande. O MPT está certo de falar sobre a liberdade sindical, só que em um momento errado, passaram do tempo”. Segundo ele, a falta de financiamento sindical resultada pela reforma prejudica a liberdade sindical.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra