Pelotas

Diretor sindical é restituído ao cargo após ser injustamente afastado

A 3ª Vara do Trabalho de Pelotas/RS reintegrou, no dia 10 de outubro, o motorista de ônibus e diretor sindical Edson André ao seu cargo no Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Pelotas (STTRP).

Os atritos começaram após um funcionário sofrer um acidente e a empresa não dar o devido respaldo a esse trabalhador, não comunicando sua família sobre o ocorrido. André, então, avisou os familiares do acidentado e teceu críticas, em um grupo de WhatsApp, à conduta da companhia. Após a Expresso Embaixador tomar ciência do ocorrido, demitiu André por justa causa, alegando que tais mensagens visavam macular a imagem da entidade.

De imediato o sindicato contestou o ocorrido, além de organizar atos visando a sensibilização dos usuários em relação à demissão, como conta o presidente da STTRP, Claudiomiro Rosa do Amaral. “Tivemos um protesto dois dias antes da audiência, na rodoviária, onde conseguimos transmitir para os usuários a falta cometida.”

Juridicamente, as negociações se deram pela seguinte forma: a empresa ofereceu valores indenizatórios que foram recusados por André, e este solicitou os pagamentos atrasados e o retorno as atividades, o que foi recusado pela companhia; para resolver o entrave houve uma proposta de disponibilização remunerada ao sindicato, que foi aceita por ambos. Tal disponibilização se estenderá pelo prazo de sua estabilidade, inclusive com postergação em caso de nova eleição, com manutenção das vantagens integrais de seu contrato de trabalho.

Para as lideranças STTRP, o desfecho foi uma vitória, pois mostra ao empresariado que os trabalhadores têm voz e precisam ser respeitados. Além disso, garante que o sindicato não apenas proteja o trabalhador, mas também exerça seu papel sem medo das ações do patronato.

Compartilhe:

Leia mais
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende fortalecimento dos sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas (RS) começam a negociar acordos em novo cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra
carteira vazia contas a pagar salário mínimo
Salário mínimo no BR é menos da metade do valor necessário para garantir vida digna
reajuste salarial TI Paraná
Trabalhadores de TI do Paraná terão 5% de aumento salarial; veja pisos de cada função
assembleia feserp mg
Feserp-MG convoca sindicatos para assembleia de reformulação do estatuto
instrutor de yoga entra na cbo
Ufólogo, instrutor de yoga e outras 17 ocupações são incluídas na CBO