Dia Nacional de luta em defesa da Previdência – Acompanhe a cobertura em tempo real

 

Contra a reforma da Previdência do governo Bolsonaro, trabalhadores e dirigentes sindicais de todo o País estão mobilizados durante toda esta sexta-feira (22), em diversas cidades do Brasil.

O ato, organizado pelas centrais sindicais e intitulado Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência, tem o objetivo de mostrar à população as ameaças que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019 representa para os trabalhadores, principalmente os mais pobres, trabalhadores rurais, mulheres e idosos de baixa renda.

Saiba tudo sobre a reforma da Previdência

Acompanhe a cobertura dos atos pelo Brasil:

18h26- Presidente Antonio discursa para os trabalhadores presentes em ato na avenida Paulista

17h58- Presidente Antonio Neto marca presença no ato na capital paulista

17h45- A Seccional Rio Grande do Sul da CSB está no Esquina Democrática, em Porto Alegre, onde, em instantes, deve começar o ato

17h40- Em frente ao Masp, na capital paulista, os trabalhadores marcam presença no ato, que deve ser um dos maiores do País.

17h21- A CSB também está presente no ato que acontece na Praça Zumbi dos Palmares, em Brasília

15h23- O ato na cidade de Juiz de Fora (MG) reúne uma multidão, que percorre as ruas do centro até a escadaria da Câmara Municipal.

13h30 – Entidades sindicais e trabalhadores realizam, em Presidente Prudente (SP), caminhada pelas ruas do centro. O ato saiu do posto do INSS e foi até a prefeitura.

12h00 – Trabalhadores dão um abraço simbólico no prédio da Previdência Social em Curitiba (PR)

11h55- CSB também marca presença no ato em Campo Grande (MS).

11h45 – Presidente da Seccional Ceará, Francisco Moura, discursa durante o ato em Fortaleza.

11h40 – Cacá Pereira, presidente da Seccional Paraná, discursa para os trabalhadores presentes no ato realizado na Boca Maldita, na capital paranaense.

11h37 – O presidente do SINDMETALGO, Francisco de Oliveira, em assembleia, explica aos trabalhadores da Volga Engenharia Metalúrgicos, em Goiânia, sobre os pontos da reforma da Previdência que prejudicam a classe operária.

11h35 – A presidente do Sispmur, Geane Lina Teles , entidade filiada à CSB em Rondonópolis (MT), concede entrevista à imprensa.

11h30 – Na também gaúcha São José do Norte, as escolas estão fechadas em apoio ao ato em defesa da Previdência Social.

11h16 – Na cidade gaúcha de Capão da Canoa, o movimento está colhendo assinatura dos trabalhadores contra a reforma da Previdência. As assinaturas e um documento serão entregues ao Congresso Nacional.

11h00 – No estado de São Paulo, entidade filiadas à CSB também estão mobilizadas em São José dos Campos e Presidente Prudente.

10h48 – Em Ijuí (RS), a FEMERGS também mobiliza os trabalhadores contra a reforma.

10h40 – Dirigentes sindicais e estudantes estão nas ruas de Vitória, no Espírito Santo, para protestar contra a reforma de Bolsonaro.

10h18- Em Curitiba (PR), trabalhadores chegam para concentração na Boca Maldita.

10h – A Seccional Ceará da CSB também foi para às ruas participar do ato  que acontece em Fortaleza(CE).

7h – Em Massapê,  no Ceará, servidores públicos lotaram a Praça São Francisco e entregaram ao prefeito e à Câmara dos Vereadores uma carta que pede apoio contra a PEC 06/2019.

5h – Os atos começaram ainda durante a madrugada. O Sindvestuario de Guarulhos realizou panfletagem nas fábricas do município da grande São Paulo.

 

 

 


 

 

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)