CSB_manifestcao_Cuba

CSB participa de manifestação em Cuba contra retrocessos nos direitos na América Latina

Ato foi realizado na capital Havana, neste 1º de Maio, e reuniu mais de um milhão de pessoas

O vice-presidente nacional da CSB Sérgio Arnoud participou de ato em homenagem ao 1º de Maio, Dia do Trabalhador, em Cuba. A manifestação, realizada na capital Havana, aconteceu durante a reunião do Comitê Executivo da Confederação Latino-americana e do Caribe de Trabalhadores Estatais (CLATE).

A passeata foi pautada pela empregabilidade na América Latina. “[Discutimos] a crise que afeta a questão do futuro do trabalho, ou seja, além das ameaças de terceirização, privatização, há a questão científico-tecnológica que está fechando postos de trabalho no Brasil e no mundo inteiro, em toda a América Latina, em especial”, afirmou Arnoud.

Mais de um milhão de pessoas protestaram em “defesa do trabalho, do trabalhador nesse cenário que é extremamente negativo”. O vice-presidente afirmou que a diminuição de postos de trabalho faz com que os salários sejam reduzidos porque há muitas pessoas procurando emprego.

De acordo com pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de desempregados no Brasil foi de 12,3 milhões, no último trimestre de 2017, para 13,7 milhões, nos primeiros três meses de 2018.

No caso dos servidores, “o que mais preocupa é a questão da terceirização e das privatizações que vão tirando do setor público mais postos de trabalho, vão congelando as vagas, ou seja, quem se aposenta não é reposto”, ressaltou.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra