Central dos Sindicatos Brasileiros

CSB participa de fórum internacional em defesa da previdência solidária em Buenos Aires

CSB participa de fórum internacional em defesa da previdência solidária em Buenos Aires

A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) esteve presente com representativa delegação do Fórum Internacional em Defesa de Uma Previdência Pública e Solidária realizado na última sexta-feira, 28 de junho, em Buenos Aires, na Argentina. O encontro foi uma iniciativa conjunta de entidades da América Latina e formalizou a constituição da criação do Fórum, ideia lançada pela CSB na realização da Jornada Internacional em Defesa da Previdência Social, em 12 de abril. Nesta etapa, coordenado pela Confederação Latinoamericana e do Caribe de Trabalhadores Estatais, contou com a participação de lideranças sindicais, especialistas e autoridades do continente com a finalidade de debater o desafio de preservar a universalidade e a sustentabilidade dos sistemas de previdência dos países latinos.

Durante o encontro que iniciou as 14h e foi encerrado somente as 20h, os participantes assistiram palestras de políticos, dirigentes sindicais e especialistas na área previdenciária de vários países como Argentina, Colômbia, Venezuela, Uruguai, Peru, Chile e Brasil. Foi uma troca de informações de grande importância num momento em que querem atacar os trabalhadores de todos os lados.

Participações Brasileiras

O vice-presidente presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros e presidente da CSB RS, Sérgio Arnoud, relatou o trabalho realizado pelas entidades sindicais brasileiras com objetivo de barrar a “reforma” da Previdência no Congresso Nacional ou, no mínimo, barrar os pontos mais críticos do projeto, com destaque para a derrubada do modelo de capitalização; a derrubada da desconstitucionalização de matérias previdenciárias além de preocupações relacionadas aos custos da transição do modelo (atual) de repartição para o de capitalização. Arnoud recordou as grandes mobilizações e a recente greve geral que forçou a base do governo a alterar pontos da proposta.

“Desejamos manter nosso sistema público e solidário, no caminho inverso dos objetivos cruéis pretendidos pelo mercado e governo brasileiro nessa fracassada política econômica de perfil neoliberal. Sabemos que o desafio é grande, mas estamos seguros de que, unidos, com estratégia e objetivos comuns, podemos reverter este triste cenário de retrocessos”, concluiu Arnoud.

Em discurso, João Domingos Domingos Gomes dos Santos, presidente da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB, destacou a importância de ações conjuntas, multinacionais, para barrar retrocessos e fez uma breve análise de conjuntura sobre as similaridades e desafios dos países Latino-americanos.

O Dr. Marcelo D’ambroso. Juiz de Direito do Rio Grande do Sul , fez uma explanação abordando a situação laboral do trabalhador na iniciativa privada.

Ao final ficou acordado que haverá novo encontro em agosto no Chile, com dia a ser confirmado. A luta continental na América Latina e Caribe quer se manter fortalecida e unificada.

Etapas da Criação do Fórum:
Primeira etapa – Organização : 12 de abril em Porto Alegre / Brasil
Segunda etapa – Fundação: em Buenos Aires : 28 de junho de 2019 em Buenos Aires / Argentina
Terceira etapa – agosto 2019 /Chile

Fonte: CSB-RS

 

Be Sociable, Share!