CSB no 1º de Maio: atos em Itatiba (SP), Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul

CSB no 1º de Maio – A Central dos Sindicatos Brasileiros esteve presente em atos do 1º de Maio em todo o Brasil. Além do grande ato na capital com a presença de Lula, a CSB participou do evento realizado em Itatiba, em parceria com o Sindicato dos Metalúrgicos da cidade e do Sindicato Nacional dos Aposentados do Brasil (Sinab).

O presidente da CSB São Paulo, Tiago Pereira, comandou a atividade que lotou o auditório do Clube Rosita. Milhares de trabalhadores comemoraram a data que marca a luta por seus direitos na confraternização que contou com shows e sorteio de prêmios, como um carro zero, uma moto, TV, geladeira e eletrodomésticos.

Dentre as lideranças presentes, estavam Aires Ribeiro (vice-presidente da CSB e presidente da Confederação dos Servidores Públicos Municipais), José Avelino Pereira (presidente do Sinab), Álvaro Egea (secretário-geral da CSB), Marcia Regina Alves (presidente do Sindvestuário de Guarulhos) e Cosme Nogueira (presidente da Federação dos Servidores Municipais de Minas Gerais).

Rio de Janeiro

O ato unificado das centrais no Rio de Janeiro foi feito em parceria com a prefeitura da cidade e realizado no Parque Madureira.

Além dos shows do grupo de samba feminino Moça Prosa e do cantor Diogo Nogueira, o Festival do Trabalhador realizou o cadastro de trabalhadores para banco de empregos, vagas para pessoas com deficiência, jovem aprendiz e estágio, inscrição para cursos e orientação sobre elaboração de currículo.

Os trabalhadores também puderam contar com outros serviços como postos de vacinação, cadastro único para programas sociais, feira cultural e de artesanato, distribuição de mudas, homenagens a trabalhadores, serviços do INSS e do Ministério da Previdência Social.

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Rio Grande do Sul

O 1º de Maio também foi marcado por celebrações no Rio Grande do Sul, tanto em Porto Alegre quanto em Caxias do Sul.

Na capital, o evento foi na Praça Júlio Mesquita, nas proximidades da Usina do Gasômetro. Apesar da celebração, os sindicalistas aproveitaram para destacar as reivindicações urgentes para os trabalhadores, como a redução da taxa de juros pelo Banco Central, valorização salarial e redução das jornadas de trabalho.

A manifestação também fez menção a pautas como a revogação das reformas trabalhista e da Previdência, incentivo a programas de habitação, melhorias na educação pública, incluindo a revogação do novo Ensino Médio, e ampliação de políticas sociais.

O ato contou também como apresentações de artistas como o grupo feminino de sertanejo Feminejas, o rapper Dekilograma, a banda Alquimia Voodoo, o grupo Areal do Futuro e a banda do Sindicato dos Músicos do Rio Grande do Sul.

O evento teve ainda uma performance teatral da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz com o coletivo Artistas na Rua pela Democracia.

Em Caxias do Sul, o evento foi nos pavilhões da Festa da Uva. Também houve o sorteio de brindes para os trabalhadores e shows das bandas Corpo e Alma, Sétimo Sentido, Pérola Negra, Destaque Nacional e Banda Versus.

As entidades sindicais organizadoras falaram sobre a luta pela geração de empregos, pelo trabalho decente, combate ao ódio e a todos os tipos de discriminação e violência, pelos direitos das mulheres, pela democracia e por políticas públicas que assegurem perspectivas de futuro para a juventude.

Leia também: Íntegra do discurso de Antonio Neto no 1º de maio das centrais sindicais em SP

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)