CSB_naodemita

CSB e centrais se reúnem com o coordenador do movimento “Não Demita”

Nesta quinta-feira, dia 7 de maio, a CSB participou da reunião virtual das centrais sindicais com Daniel Faccini Castanho, coordenador do movimento empresarial “Não Demita” e os empresários Reynalda Gama e Leonardo Ferreira.

“As centrais sindicais afirmaram que a manutenção do emprego é essencial, mas também é fundamental a preservação da vida, mantendo o isolamento social. Sabemos das dificuldades das famílias mais pobres em fazer o isolamento social, é difícil, mas é necessário. O não cumprimento do isolamento por essas família se deve ao fato que elas precisam desesperadamente sobreviver devido ao fracasso do governo de pagar o auxílio emergencial de R$ 600,00”, relatou Álvaro Egea, secretário-geral da CSB.

Segundo Álvaro, Daniel Faccini afirmou que no começo da crise do coronavírus o debate era a favor da vida e outros a favor da economia e que isso foi um erro, pois o absurdo é morrer por falta de UTI. O isolamento é importante para evitar o colapso da estrutura médica do país.

“Precisamos ter um plano de uma política de Estado. Empresários e empregados podem se unir para fazer um grande projeto, teremos negociações, seremos adversários, mas não somos inimigos, construir políticas de Estado para a retomada da economia respeitando os protocolos de segurança”, destacou Egea.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra