CSB apoia veto do governo ao fim da multa do FGTS por demissão imotivada

Entidade conclama seus sindicatos filiados a exercerem pressão sobre os parlamentares de suas bases para que o veto não seja derrubado

A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) apoia o veto da Presidenta Dilma Rousseff ao projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional que acabava com a multa de 10% sobre o saldo do FGTS, devida pelos empresários que promovem a demissão imotivada.

A tentativa de acabar com a multa de 10% não interessa aos trabalhadores, e sua aprovação foi articulada pelos mesmos grupos econômicos que tentam impor a tercerização predatória, que barram a aprovação da Convenção 158 da OIT (que impede a demissão imotivada) e são contra a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais.

A CSB conclama seus sindicatos filiados a exercerem pressão sobre os parlamentares de suas bases para que o veto não seja derrubado, pois resultaria num prejuízo enorme para o País, uma vez que geraria um impacto superior a R$ 3.000.000.000,00 (três bilhões de reais) por ano nas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço ( FGTS) e comprometeria investimentos importantes na área social, como o programa Minha Casa, Minha Vida.

Destacamos ainda que o empresariado brasileiro não pode se queixar das inúmeras desonerações promovidas pelo Governo Federal nos últimos anos, e a retirada de mais esta fonte de financiamento dos parcos recursos destinados a investimentos é um equívoco, especialmente num momento em que o Brasil precisa recuperar o seu potencial de crescimento.

Antonio Neto

Presidente

Compartilhe:

Leia mais
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto que altera regras do Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto
Ministro Carlos Lupi e José Avelino Pereira Sinab CSB
Presidente do Sinab assume posto no Conselho Nacional de Previdência Social