Distintivo_perito

Comissão se reúne nesta quarta-feira para tratar da MP que reestrutura a carreira da PF

Debate terá como foco a reforma do plano de carreira da categoria da polícia federal

Nesta quarta-feira, 06, a comissão mista instalada para analisar a Medida Provisória 650/2014, que dispõe sobre a reestruturação da carreira policial federal, se reunirá em audiência pública para debater a matéria. A discussão será na Ala senador Alexandre Costa, plenário 9, às 14h.

 Foram convidados para o debate:

· Representante do Ministério da Justiça

· Leandro Daiello Coimbra, Diretor-Geral do Departamento de Polícia Federal

· Jones Borges Leal, Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais – Fenapef

· Marcos Leôncio Sousa Ribeiro, Presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal – ADPF

· Jorge Luiz Xavier, Diretor-Geral da Polícia Civil do Distrito Federal – PCDF

· Gabriel de Carvalho Sampaio, Secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça – MJ

· Sérgio Eduardo Arbulu Mendonça, Secretário de Relações do Trabalho no Serviço Público do Ministério do

Planejamento, Orçamento e Gestão

· Wilmar Lacerda, Secretário de Estado de Administração Pública do Distrito Federal

· Paulo Roberto D`Almeida, Presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Brasil

 · Benito Augusto Galiani Tiezzi, Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Distrito Federal

 · Rodrigo Fernandes Franco, Presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal

Medida Provisória

A MP dispõe sobre a reestruturação da carreira policial federal de que trata a Lei 9.266/1996 e sobre a remuneração da carreira de perito federal agrário de que trata a Lei nº 10.550/ 2002. O deputado Ronaldo Benedet (PMDB-SC) foi eleito presidente e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) vice-presidente. O relator é o senador José Pimentel (PT-CE) e o sub-relator é o deputado Paulo Pimenta (PT-RS). Agora, será marcada uma reunião para dar continuidade às discussões.

Em negociação com o Ministério do Planejamento, os policiais aceitaram um reajuste de 15,8%, dividido em duas parcelas (2014 e 2015). Para que o governo conceda o reajuste, porém, é necessária a aprovação do projeto de crédito adicional (PLN 5/14) que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em vigor (Lei 12.919/1)

Fonte: Agência Sindipol/DF

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra