CSP e centrais comemoram 1º de Maio em Ribeirão Preto

“Sindicatos fortes, Brasil mais Justo”, bandeira defendida pela CSP será também o lema da festa em comemoração ao Dia do Trabalhador, 1º de maio, na cidade de Ribeirão Preto. Atrações musicais, atividades sociais e culturais farão parte do evento que deve contar com a presença de 50 mil pessoas.

A abertura oficial do evento acontece às 14h. Shows de música sertaneja, axé, MPB e samba animarão o público durante todo o dia. Neste ano, serão sorteados quatro motos 0 km, bicicletas, cestas básicas, TVs de Plasma, Geladeiras, liquidificadores, micro-ondas, notebooks, entre outros prêmios. Cada sindicato receberá uma cota de cupons para distribuir na sua base de representação. Esses cupons serão depositados na urna presente no local desde o inicio das atividades.

Com o apoio da prefeitura e a união de outras quatro centrais sindicais (CTB, UGT, Força Sindical e NCST), a festa será mais que uma comemoração e homenagem ao trabalhador. A CSP espera levantar a discussão de bandeiras importantes que permeiam a luta da entidade, como o fortalecimento dos sindicatos em defesa da unicidade da contribuição sindical; a ampliação dos direitos e da renda do trabalhador; redução da jornada de trabalho sem redução dos salários; e o fim do fator previdenciário.

O evento será realizado na Esplanada do Theatro Pedro II. A entrada é gratuita.

Serviço:

10h – Apresentação da peça “Os três porquinhos”. Início das atividades culturais e da comercialização de produtos das entidades cadastradas

14h – Abertura oficial. Seguida pelos shows dos artistas:

Rio Negro e Solimões
Léo Magalhães
Jana Lima
Roby e Roger. Banda com a ex-BBB Fabiana
Tom e Arnaldo
Cásio (Cover do Tim Maia)
Jonathan e Paulinho
Grupo Chega pra Sambar

Ao término dos shows, haverá sorteios e as premiações.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra