Apoiada pela CSB, Chapa 1 tenta reeleição no SindGESTOR – GO

Pleito eleitoral acontece nesta quinta-feira (22), em quatro diferentes pontos do estado de Goiás

O Sindicato dos Gestores Governamentais de Goiás (SindGESTOR – GO) realiza nesta quinta-feira (22) pleito eleitoral que irá escolher a diretoria da entidade para os próximos três anos. Apoiada pela Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), a Chapa 1, liderada por Eduardo Aires, tentará reeleição.

A categoria poderá votar em quatro diferentes pontos do estado, o Palácio do Governo, Secretaria Estadual da Fazenda, Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (IPASGO) e na Assembleia Legislativa do estado durante o horário comercial.

Para dialogar com a categoria, as duas chapas concorrentes (Chapa 1 e Chapa 9) promoveram debate na noite desta terça-feira (20), na qual apresentaram propostas para o novo mandato, que começa no mês de abril. Segundo o presidente do sindicato, o encontro, assim como todo período de campanha, foi marcado pelo alto nível das discussões.

“Foi um debate muito produtivo, onde os dois candidatos tentaram ser propositivos e civilizados. O debate contribuiu muito para o engrandecimento da carreira e das discussões do rumo que pretendemos ter na carreira nos próximos anos. A campanha ocorreu em alto nível, e o rumo que as duas chapas veem para carreira é muito próximo, diferenciando na forma como chegar ao resultado”, disse Aires.

À frente da entidade, o presidente do SindGestor-GO, que também é secretário-geral da Seccional Goiás da CSB, garantiu que as conquistas para a categoria foram muito significativas.

“Neste último mandato adquirimos a nossa sede própria, tivemos um avanço significativo no Plano de Cargos e Remuneração, arrumamos a contabilidade do sindicato, aumentamos a disponibilidade financeira da entidade, criamos relacionamento com o legislativo, fortalecemos a marca do SindGESTOR-GO, em âmbito local e nacional, e começamos a melhorar o engajamento dos gestores nas causas do sindicato”, completou.

Projeto que muda Plano de Cargos e Remuneração de gestores governamentais é aprovado na Assembleia Legislativa de Goiás

Para os próximos anos, as prioridades estão no fortalecimento do sindicato e dos trabalhadores.

“Queremos fortalecer as atribuições do sindicato, dar segurança para que os colegas exerçam essas atribuições com competência e qualificar para que eles possam assumir essas atribuições”, completou o presidente. Atualmente, o sindicato representa cerca de 800 trabalhadores. Em sua diretoria, Valéria Rocha também compõe a diretoria da Seccional Goiás.

Acompanhando todo o processo, o presidente da Seccional Goiás, Sandro Jadir, destacou os principais pontos que fazem da diretoria merecedora da reeleição.

“Tenho acompanhado a luta do sindicato junto ao governo do estado e assembleia legislativa, buscando de melhorias para sua categoria. Um dos grandes feitos desta gestão foi o alongamento do exercício da atividade, o tempo de atividade de gestor, o Plano de Carreira atualizado, além do aumento salarial e correções. Tudo isso eu acompanhei de perto, o que demonstrou ter boa relação com o poder legislativo, o reconhecimento pelo governo do estado; onde chega é bem recebido e fez a entidade ser respeitada. Ele tem feito uma luta bonita e merece nosso respeito e nosso aplauso pela conduta frente a um sindicato de tamanha importância e representatividade”, garantiu Jadir, que também é vice-presidente da Diretoria Executiva.

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"