brasil-quer-mostrar-respeito-aos-trabalhadores-em-conferencia-da-oit

Brasil quer mostrar virada no respeito aos trabalhadores na 111ª Conferência da OIT

Respeito ao trabalhador na 111ª Conferência da OIT – Autoridades e entidades do mundo do trabalho fizeram uma reunião nesta quarta-feira (17) em Brasília para discutir a participação do Brasil na 111ª Conferência Internacional do Trabalho da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que acontecerá de 5 a 16 de junho em Genebra, na Suíça.

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, conduziu a reunião, que contou com a presença do secretário de Relações de Trabalho, Marcos Perioto, do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Lélio Bentes Corrêa, do diretor da OIT no Brasil, Vinicius Carvalho Pinheiro, e representantes das centrais sindicais.

O presidente da CSB, Antonio Neto, compareceu ao encontro e relembrou sua experiência de representar os trabalhadores brasileiros na conferência do ano passado, quando denunciou os ataques do governo Bolsonaro à classe trabalhadora e as condições precárias dos trabalhadores em aplicativos, numa situação que ele classificou como uma forma moderna de escravidão.

O presidente do TST, Lélio Bentes Corrêa, e o presidente da CSB, Antonio Neto.

Este ano marca a retomada da realização 100% presencial da conferência após a pandemia de Covid-19 e a mudança de posicionamento do governo brasileiro em relação aos direitos dos trabalhadores, após seis anos de gestões que promoveram a precarização – especialmente com a reforma trabalhista de 2017 – e ignoraram as convenções da OIT das quais o Brasil é signatário.

Desde então, o Brasil entrou na lista curta da OIT por descumprimento da Convenção 98, que versa sobre o direito de sindicalização e de negociação coletiva, e na lista longa por descumprir também a Convenção 169, que busca combater práticas discriminatórias contra povos indígenas no mundo do trabalho.

Os participantes da reunião apontaram a necessidade de demonstrar a mudança dos rumos na política brasileira citando exemplos práticos de ações já realizadas, como a criação do Grupo de Trabalho (GT) que visa o fortalecimento da negociação coletiva, a valorização real do salário mínimo, o GT para elaborar um projeto para proteção dos trabalhadores em aplicativos e o Projeto de Lei enviado pelo poder executivo ao Congresso Nacional que torna obrigatória a igualdade salarial entre homens e mulheres e aumenta a multa para empresas que desrespeitarem a regra.

As centrais entregaram ao ministro Luiz Marinho um ofício em que destacam a importância de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparecer à Conferência “para reforçar o compromisso do nosso país com a promoção da justiça social e do trabalho decente e o fortalecimento dos organismos internacionais visando a promoção da democracia, a modernização econômica e a proteção do meio ambiente e dos direitos humanos”, diz o documento.

Centrais entregam ofício solicitando presença de Lula na 111ª Conferência da OIT

Lula também foi pessoalmente convidado pelo diretor-geral da OIT, Gilbert Houngbo, em sua visita ao Brasil no mês passado para ser um dos líderes da Coalização Global para a Justiça Social, que será lançada na cúpula deste ano.

A iniciativa “busca contribuir decisivamente para a redução das desigualdades, além de garantir que as noções de justiça social e de trabalho decente sejam prioridades na elaboração de políticas públicas e na cooperação para o desenvolvimento e nos acordos financeiros, comerciais e de investimento”, ressalta o ofício sobre a importância da presença de Lula.

Lula recebeu convite do diretor-geral da OIT, Gilbert Houngbo, que visitou o Brasil em abril

Leia também: Centrais sindicais se reúnem com presidente da Fiesp e encontram convergências

Compartilhe:

Leia mais
Anea denuncia Ifood Nicolas Souza
Aliança de Entregadores apresenta denúncia contra Ifood por violação de direitos humanos
rodoviários pelotas assembleia expresso embaixador
Rodoviários de Pelotas: funcionários da Expresso Embaixador discutem flexibilização da CCT
Sindplay Sindpd Sindimais
Projeto de qualificação profissional do Sindpd-SP é finalista do prêmio SindiMais; confira
agenda jurídica das centrais sindicais no stf 2024
Centrais lançam guia de ações relevantes para os trabalhadores em tramitação no STF
Pauta da Classe Trabalhadora 2024
Centrais atualizam Pauta da Classe Trabalhadora e estabelecem prioridades para próximos anos
enchente porto alegre propostas centrais
Centrais elaboram propostas para enfrentar crise no RS e de prevenção a futuras catástrofes
manifestação 22 de maio Brasília
Sindicatos de todo o país vão a Brasília para ato em defesa da Pauta da Classe Trabalhadora
CSB no Grito da Terra 2024
Mais de 10 mil agricultores familiares participam do 24ª Grito da Terra em Brasília
Greve metalurgicos renault
Centrais sindicais dão apoio à greve dos metalúrgicos da Renault no Brasil
Campanha CSB-RS doações locais isolados
CSB-RS faz campanha para atender locais isolados atingidos pelas enchentes