Assembleia Extraordinária do Sintap define ações contra atos do Governo

O Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap), em face da declaração de sua base do Intermat e Indea para estado de assembleia permanente – por conta da luta pela Revisão Geral Anual (RGA) e outras pautas pertinentes às categorias – feita no dia 25 de maio deste ano, convoca os servidores para Assembleia Geral Extraordinária. Este novo evento será realizado no próximo dia 11 de outubro, às 13h30, na Associação dos Servidores do Indea.

A presidente do Sintap, Diany Dias, informa que várias ações do Governo do Estado feitas nos últimos quatro meses deterioraram ainda mais as condições e ânimo de trabalho logo após a definição de pagar apenas 2% da RGA neste ano. “Isso só contribui para o desgaste da qualidade de vida do servidor mas, além desta questão, outras foram implementadas pelo Estado sem que o sindicato que representa efetivamente as categorias tenha sido consultado ou feito parte do processo de discussão”, lembra a gestora sindical.

Um exemplo, segundo ela, é a portaria sobre o Banco de Horas, onde foi prometido em ofício pela gestão do Indea de consulta ao Sintap ao final das deliberações do Grupo de Trabalho no qual a entidade sindical foi alijada de participar, e, no fim, o Sintap tomou conhecimento quando houve a publicação no Diário Oficial. Há também a questão do decreto que proíbe afastamento de servidores para qualificação. Nesse caso, além de afetar a qualidade do serviço público por não permitir a busca de conhecimento mais atualizado para oferecer algo de excelência à população, o sindicato também não foi incluído nesse debate mesmo repassando 10% de seus recursos sindicais ao Estado para ajudar a financiar cursos de qualificação para servidores. Outro agravante é que foi dito oficialmente que o Indea faria cursos para os Agentes Fiscais de Defesa Agropecuária (Afedafs) II.

 Outros assuntos em pauta serão: Corte do ponto; Alteração de data de pagamento; MT Prev; Não cumprimento do acordo judicial do Intermat; Estabilizados pela Constituição (aposentadoria); Implantação da identificação da madeira; Reforma Administrativa do Governo; Decreto 694 (horário de expediente) e; Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2017 (RGA e a Lei de Carreira 10.041 e o orçamento do Indea, que não estão inclusos).

Fonte: Adriana Nascimento – Assessoria Sintap

Compartilhe:

Leia mais
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto que altera regras do Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto
Ministro Carlos Lupi e José Avelino Pereira Sinab CSB
Presidente do Sinab assume posto no Conselho Nacional de Previdência Social