Agricultura-e1435612294949

Agricultura aprova fundo compensatório para pequeno produtor atingido por desastre natural

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (24), com emendas, o Projeto de Lei 1054/15, do deputado Deley (PTB-RJ), que cria um fundo compensatório para pequenos produtores rurais cujas unidades de produção tenham sido atingidas por fenômenos climáticos de grande intensidade.

O texto aprovado beneficia com recursos do fundo os produtores rurais que não sejam proprietários de outro imóvel rural e que retirem o próprio sustento exclusivamente da unidade de produção rural atingida, a qual não pode ter área total superior a 100 hectares. O valor do benefício será definido em regulamento e repassado mensalmente pelo período máximo de seis meses.

O acompanhamento dos processos de concessão e pagamento das compensações ficará a cargo de um órgão colegiado, integrado paritariamente por representantes da sociedade civil e dos governos federal, estadual e municipal.

Relator na comissão, o deputado Nelson Meurer (PP-PR) defendeu a aprovação do projeto. Ele lembrou que atualmente já existem mecanismos de proteção específicos para pequenos produtores, como o Benefício Garantia-Safra, mas, nesse caso, são beneficiados apenas pequenos produtores rurais da área de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

O relator propôs duas mudanças no projeto original. Uma delas retira a proibição ao produtor rural dono de imóvel urbano de receber recursos do fundo. A outra inclui a previsão de participação de representantes dos governos estadual e municipal no órgão colegiado destinado a acompanhar os processos de concessão e pagamento das compensações.

“As alterações visam não restringir o alcance do fundo e, acima de tudo, dar maior transparência e efetividade ao trabalho de fiscalização do uso dos recursos”, concluiu o relator.

Tramitação
O projeto ainda será analisado conclusivamente pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Câmara dos Deputados

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra