1º de maio em Guarulhos é marcado por muita música e defesa dos direitos dos trabalhadores

CSB participou da festa e apresentou ao público a cartilha em comemoração aos 70 anos da CLT

A Praça Orobó e as ruas próximas ficaram lotadas para a festa do trabalhador, realizada ontem, 1º de maio, em Guarulhos. Mais de 20 mil pessoas prestigiaram o evento, que contou com shows de artistas como Zezé di Camargo e Luciano, Bruno e Marrone, Rio Negro e Solimões, e do cantor Belo.

Nos intervalos das apresentações, os dirigentes das centrais sindicais fizeram intervenções para expor aos trabalhadores suas bandeiras de luta. A CSB, que participou da organização da festa, foi representada pelo secretário-geral Alvaro Egea.

Durante seu discurso, Egea falou sobre os 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e apresentou aos trabalhadores a cartilha que a CSB preparou para comemorar o aniversário do documento.

O secretário-geral enfatizou para o público que a CLT permanece atual e moderna. “Uma prova da atualidade da CLT é a PEC das domésticas, que, depois de 25 anos, corrigiu uma injustiça histórica”, enfatizou Alvaro Egea.

Ele alertou os trabalhadores sobre a importância de proteger a CLT dos maus empresários, na defesa dos direitos já conquistados e que jamais devem ser maculados, como o repouso semanal remunerado, a licença-maternidade de 120 dias, aviso-prévio em caso de demissão e seguro-desemprego.

“Precisamos enaltecer esse documento que é um escudo eficiente na defesa dos trabalhadores. Nada é mais moderno do que continuarmos a luta contra a exploração do trabalhador” ressaltou Egea.

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"