2o dia conferência oit 2024

2º dia da Conferência da OIT: comitês iniciam debates e Lula confirma presença

O segundo dia da 112ª Conferência Internacional do Trabalho foi dedicado às discussões nos comitês, dos quais a comitiva da CSB e outras centrais participam ao lado de representantes dos trabalhadores de todo o mundo.

No Comitê de Aplicação de Normas, o destaque foi a discussão sobre um levantamento geral sobre administração do mundo do trabalho em transformação, com foco na aplicação da Convenção 150 da OIT. O relatório destaca que as administrações públicas devem aprimorar a promoção do diálogo social entre entidades representativas de trabalhadores e empregadores para as soluções de conflitos que as mudanças inevitavelmente geram.

Na mesma reunião, o representante dos trabalhadores argentinos, Gerardo Martinez, denunciou os graves retrocessos pelos quais a classe trabalhadora está passando no país vizinho com o governo de Javier Milei, que tenta sufocar o movimento sindical, acabar com os direitos dos trabalhadores e liquidar o Estado.

Em 2022, o presidente da CSB, Antonio Neto, foi o representante dos trabalhadores brasileiros na Conferência e também aproveitou a oportunidade para denunciar diante do mundo os desmontes promovidos pelas reformas trabalhista e da previdência e o ataque contínuo do então governo Bolsonaro aos sindicatos e aos direitos dos trabalhadores, situação enfrentada atualmente pelos argentinos.

Parte da comitiva da CSB na 112ª Conferência Internacional do Trabalho

O líder dos trabalhadores na Comissão, Marc Leemans, criticou o uso de termos vagos como “reformas econômicas” para falar sobre medidas que podem impactar os trabalhadores e muitas vezes retiram seu direito ao trabalho digno e proteção social.

Ele também ponderou que a saúde financeira das empresas é importante para criação e manutenção de empregos, mas destacou que não há empresa sem os trabalhadores. Portanto, a busca por direitos trabalhistas e sociais não buscam impedir a prosperidade econômica de um negócio, mas garantir a dignidade de todos e reduzir as desigualdades.

A Conferência reúne outros seis comitês onde ocorrem as discussões, como:

  • Comitê de Discussão Recorrente sobre Princípios e Direitos Fundamentais
  • Comitê de Padronização dos Rios Biológicos
  • Comitê de Discussão Geral sobre Trabalho Decente e Economia do Cuidado

Lula confirma presença

O presidente Lula confirmou que participará da Conferência no dia 13 de junho, no fórum de inauguração da Coalisão Global por Justiça Social, da qual o Brasil é membro representado pelo Ministério do Trabalho.

Lula é um dos copresidentes do grupo de coordenação da Coalisão, do qual fazem parte 52 países e outras 200 organizações representativas de trabalhadores e de empregadores e outras organizações internacionais.

O presidente brasileiro falará na abertura do fórum ao lado do secretário-geral da OIT, Gilbert Houngbo, e do presidente da Conferência, Alexei Buzu.


Acompanhe a cobertura da CSB na 112ª Conferência Internacional do Trabalho:

Direito ao trabalho digno é destaque na abertura da 112ª Conferência da OIT

CSB participa da 112ª Conferência Internacional do Trabalho da OIT; veja agenda

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra