Começa a marcha dos Sem Terra em São Paulo

Nesta quarta-feira , dia 10 de novembro , teve início a Marcha dos Sem Terra de São Paulo. A caminhada dos trabalhadores rurais sem terra começou em Sorocaba com destino à Capital paulista. A Marcha segue pela Rodovia Castello Branco.
A chegada em São Paulo está prevista para segunda-feira, onde os integrantes terão audiências na Assembleia Legislativa, Incra, Itesp e com o governador João Doria.
A Marcha está sendo organizada pelo MAST – Movimento dos Agricultores
Sem Terra e a FNL, Frente Nacional de Lutas.
Os movimentos sociais vão entregar uma pauta de reivindicação com destaque para o assentamento imediato das famílias acampadas nas dez fazendas julgadas devolutos pela justiça, incorporação do MAST e FNL nas mesas de seleção no estado, simplificação do cadastro dos Sem Terra e o estímulo às compras governamentais de produtos da agricultura familiar, como declarou Lino de Macedo, Coordenador Nacional do MAST.

Compartilhe:

Leia mais
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se
CSB-RS conselho plano rio grande
Reconstrução do RS: CSB toma posse como membro do Conselho do Plano Rio Grande
distribuição extra fgts
Após acordo com centrais, governo fará distribuição extra do FGTS aos trabalhadores
Sindpd=SP ganha premio no Sindimais
Projeto do Sindpd-SP vence prêmio de Inovação no SindiMais 2024