Central dos Sindicatos Brasileiros

Seminário Jurídico debate reforma trabalhista com advogados em Curitiba

Seminário Jurídico debate reforma trabalhista com advogados em Curitiba

Evento teve o objetivo de preparar os advogados para os desafios da nova legislação em vigor

Cerca de 50 advogados e dirigentes de entidades sindicais participaram do Seminário Jurídico sobre a Reforma Trabalhista promovido pela CSB, em Curitiba, na última sexta-feira (1). O procurador regional do Trabalho do Ceará Gérson Marques foi o especialista responsável por capacitar os inscritos para o enfrentamento jurídico.

O curso abordou todo o arcabouço técnico e jurídico da Lei 13.467/17, além de apresentar estratégias de aplicação da reforma trabalhista. “Trazer essas informações aos participantes nessa conjuntura da reforma trabalhista é muito importante porque nós estamos falando de trazer conhecimento e possíveis entendimentos jurídicos que possam nos dar condições da defesa dos trabalhadores”, afirmou o presidente da Seccional Paraná da CSB e do Sindicato dos motociclistas da grande Curitiba, Cacá Pereira.

Segundo a advogada do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São José dos Pinhais, Marcy Hellen Vidolin, o seminário é fundamental para os departamentos jurídicos das entidades. “Para os dirigentes sindicais nós, advogados, temos que ter essa preparação, esse aprimoramento técnico, justamente porque no dia a dia vão surgir inúmeras questões que demandam esse conhecimento e nós vamos ter que desenrolar esses assuntos”, explicou. “Os sindicatos vão precisar de alternativas para que possam continuar com seus trabalhos de proteção aos trabalhadores”.

O presidente da CSB PR classificou a nova lei como “deforma trabalhista”. Segundo ele, os pontos críticos do texto são as modalidades autônomas e intermitentes. Pereira ressaltou também que a legislação afasta o trabalhador do sindicato. “A matéria foi feita para o grande capital e para o prejuízo do menos favorecidos”, frisou.

Compartilhe!