Central dos Sindicatos Brasileiros

Contra “pacotaço” do governo municipal, presidente da Seccional Paraná apoia servidores de Curitiba

Contra “pacotaço” do governo municipal, presidente da Seccional Paraná apoia servidores de Curitiba

Cacá Pereira discursou durante mobilizações dos servidores municipais

O presidente da CSB Seccional Paraná, Agenor “Cacá” Pereira, discursou nesta segunda-feira (12), durante a mobilização dos servidores públicos municipais de Curitiba contra pacote de leis encaminhada pela prefeitura para o legislativo e que atinge cerca de 30 mil trabalhadores. Apelidado de “pacotaço”, a medida que tramita em regime de urgência na Câmara dos Vereadores da cidade prevê, entre outras coisas, o congelamento do plano de carreiras dos servidores e mudança do sistema previdenciário.

Para Cacá, que também é presidente do Sindicato dos Trabalhadores Condutores de Veículos Motonetas, Motocicletas, e Similares de Curitiba e Região Metropolitana (Sintramotos) e vereador no município, a atual administração deveria tirar as “gorduras” de muitos contratos de prestadoras de serviço.

“Essas medidas são para beneficiar meia dúzia, por que não tiram as gorduras dos contratos do transporte, da Cavo e de outras tantas? Por que tem que cortar da pele de quem leva a cidade nas costas? Não fazem isso porque são grandes financiadores de campanha”, esbravejou o dirigente, que ainda garantiu apoio à causa dos trabalhadores.

“Se for para pagar caro por estar do lado de vocês que levam a cidade de Curitiba, eu vou pagar o preço com toda tranquilidade. Jamais vou me vender a qualquer custo e a quem quer que seja. Se vão retaliar, que retaliem. Eu, como dirigente sindical, defendo os trabalhadores, e seria uma utopia contraditória votar contra eles. Eu vivo de verdade o que eu prego”, disparou Cacá.

O dirigente ainda conclamou os cidadãos curitibanos a lutarem pelos servidores e pediu aos demais vereadores que não virem as costas para os trabalhadores.

“Cada um de vocês, passe uma mensagem para dois ou três amigos e vamos triplicar este movimento. Vamos mostrar a força que eu sei que vocês têm. E que os colegas vereadores reflitam, pois eu conheço muitos de vocês e sei do caráter e da personalidade, não se deixe enganar por um prefeito que vai dar as costas para você”, finalizou o vereador.

Para tentar barrar a votação, servidores, em greve, ocuparam o prédio da Câmara e só saíram do local após a promessa de que a categoria seria ouvida pela prefeitura. A votação do pacotaço deve acontecer na próxima terça-feira (20).

Assista ao discurso de Cacá Pereira:

Compartilhe!