Bombeiros voluntário abrigo Sindef CSB RS

Alojamento do Sindef e CSB-RS recebe bombeiros voluntários de SP, RJ e MG

O alojamento do Sindef em Alvorada, montado para acolher as vítimas das enchentes na região, abrigou 70 bombeiros voluntários de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais que foram até o Rio Grande do Sul ajudar no resgate de vítimas das enchentes.

Os voluntários vão atuar na cidade de Canoas, especialmente no bairro Mathias Velho, que foi totalmente coberto pela água. Cerca de 60% da cidade foi atingida pela enchente, desalojando mais de 90 mil pessoas – cerca de 20 mil delas tiveram que ir para abrigos.

Com a partida dos bombeiros, o abrigo recebeu cerca de 100 pessoas vindas de Canoas. Além de estrutura para descanso, alimentação e higiene, o local conta com enfermaria, maternidade e um canil para os animais resgatados.

Voluntário da CSB e presidente do Sindef no canil do abrigo

Desde o início do mês, a sede campestre do Sindef foi convertida em alojamento para os desabrigados, onde voluntários do sindicato e da CSB-RS trabalham constantemente na organização do local e atendimento das pessoas.

Relacionada: Mobilização da CSB-RS e sindicatos pelas vítimas das enchentes segue a todo vapor

A sede também concentra doações que, além de servir aos que buscam abrigo ali, são distribuídas pelos sindicalistas nas cidades da região e comunidades isoladas pela enchente onde pouco ou nenhum socorro chega.

No Dia das Mães, os sindicalistas organizaram um almoço em homenagem às mães abrigadas ali, com decoração temática, entrega de flores, pratos e sobremesas especiais, para que esta data tão simbólica para as famílias não fosse também totalmente destruída pela tragédia.

Dia das Mães e atendimento na enfermaria no alojamento do Sindef

Leia também: Vítimas das enchentes no RS podem ter acesso a auxílios e benefícios; saiba como pedir

Compartilhe:

Leia mais
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende fortalecimento dos sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas (RS) começam a negociar acordos em novo cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra
carteira vazia contas a pagar salário mínimo
Salário mínimo no BR é menos da metade do valor necessário para garantir vida digna
reajuste salarial TI Paraná
Trabalhadores de TI do Paraná terão 5% de aumento salarial; veja pisos de cada função
assembleia feserp mg
Feserp-MG convoca sindicatos para assembleia de reformulação do estatuto
instrutor de yoga entra na cbo
Ufólogo, instrutor de yoga e outras 17 ocupações são incluídas na CBO