Sintap vence ação da URV com reajuste de quase 12% aos filiados e assessor diz que envolve milhões

O assessor jurídico fala da vitória em primeira instância, e da próxima que será definida no Tribunal de Justiça

“Quem espera sempre alcança, pois para quem luta sempre há uma esperança.” O ditado popular é antigo, mas persiste ao longo das gerações até os dias atuais, já que a cada momento de vitória ele se encaixa como uma luva; situação esta que atualmente coincide com uma realidade próxima, do sistema agrícola, agrário e pecuário do estado de Mato Grosso, mais precisamente os servidores deste segmento, exclusivamente os sindicalizados do Sintap.

O sindicato lembra o clichê para reforçar que sua persistência nas batalhas judiciais nunca se faz em vão, por acreditar que o importante é não desacreditar de seus ideais e ter em cada instância superada mais uma conquista. E esta, se refere à ação da Unidade Real de Valor, processo 383692/2009, da 4ª Vara da Comarca de Cuiabá, que versa sobre as perdas salariais da URV, que impõe reajuste em torno de 12% sobre o salário desses trabalhadores.

Sintap-MTJurídico – “Vencemos a ação e o judiciário acatou nossa tese, determinando que fosse reajustado o salário dos trabalhadores filiados ao Sintap em 11,98%, bem como o pagamento dos valores retroativos aos cinco anos antes da propositura da ação, ou seja desde o ano de 2004. É uma vitória importante, pois os valores de execução serão elevados e além dos valores retroativos haverá implantação deste percentual em todos salários dos filiados ao Sintap, de todos os órgãos.”

A afirmação veio do assessor jurídico, Carlos Frederick, acrescentando que a  ação ainda deverá subir ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso – TJMT para reexame necessário, posto que trata-se de ação contra a Fazenda Pública.

Apesar de ter que passar pela instância do TJMT, os servidores podem articular seus projetos com o aumento que certamente está por vir, segundo o assessor Carlos Frederick, em cerca de um ano e meio, e já que o advogado também adiantou algo animador aos sindicalizados. “Antecipo que a jurisprudência do Tribunal de Justiça é favorável à nossa tese, e temos motivos para comemorar, pois em primeira instância já vencemos, e a ação envolve milhões de reais”, finalizou o assessor.

Sintap-MT, CSBSintap-MT – “Perseverar e não desistir de nossas batalhas, até a última instância é mais um de nossos lemas, pois quando Deus transparece que tarda, em verdade é porque tudo vem a seu tempo certo, e em nada Ele falha. Essa luta é antiga e há certo tempo os servidores estão na expectativa de um resultado, que demorou um pouco, mas veio a contento da diretoria, assessoria jurídica e principalmente dos filiados. Este é um exemplo de que em demais ações que tramitam na justiça ou nas vindouras devemos permanecer confiantes e ter o dom da espera, para colher os frutos que chegam a seu devido prazo. Fico imensamente grata aos companheiros que nos confiaram mais essa missão, neste caso em âmbito judicial, e acreditaram na eficiência e competência de nossa assessoria jurídica, a qual está sempre à disposição para pôr em práticas seus conhecimentos neste sentido em prol dos sindicalizados. Entretanto, não adianta nossa assessoria estar sempre a postos e ser eficiente e competente no que faz, se o governo do estado não cumpre o que o judiciário lhe imputa, por isso esperamos que o governador Silval Barbosa cumpra não só no caso desta ação, mas no da produtividade, que há cerca de três anos foi ganha e não recebemos, bem como referente ao nível dos servidores, que também estamos até hoje esperando seu cumprimento”, finalizou a presidente Diany Dias.

Fonte: Sintap-MT

Alexandra Araújo/Sintap-MT

Compartilhe:

Leia mais
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se
CSB-RS conselho plano rio grande
Reconstrução do RS: CSB toma posse como membro do Conselho do Plano Rio Grande
distribuição extra fgts
Após acordo com centrais, governo fará distribuição extra do FGTS aos trabalhadores