Presidente da Seccional Paraná da CSB participa de evento sobre os direitos das mulheres

Mais de 300 pessoas estiveram presentes na comemoração, que aconteceu em São José do Pinhais

 Foi realizada na última quinta-feira (8), no salão da Igreja da Malhada, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba (PR), a terceira edição do Encontro das Mulheres Trabalhadoras Rurais. O evento em comemoração ao dia da mulher e realizado pelo sindicato da categoria na cidade contou com a participação do presidente da Seccional Paraná da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Cacá Pereira.

Na ocasião, cerca de 300 pessoas participaram de palestras, dinâmicas e outras atividades que envolviam direitos e saúde feminina.

Cacá, que também é vereador na capital paranaense, fala sobre a relevância de encontros como este para as mulheres.

“Este evento foi importante para buscar alternativas para a saúde e direito das trabalhadoras rurais, especialmente de São José dos Pinhais, que é município reconhecidamente maior produtor rural da Região Metropolitana de Curitiba, com produção distribuída para o País, e uma parte é consumida na RMC”, disse Cacá, que também parabenizou as entidades pela organização do evento e às trabalhadoras pelo Dia da Mulher e sua busca por melhorias da qualidade de vida no trabalho.

O presidente da Seccional também acredita que o movimento sindical tem muito a contribuir para a diminuição do preconceito e das dificuldades da mulher trabalhadora.

“Eu entendo que o movimento sindical tem que viabilizar outras frentes, onde as mulheres podem realmente se fazer representar. Nas próprias negociações coletivas, criar cláusulas que venham realmente trazer elas para o contexto uniforme com os homens. Hoje, temos essas diferenças e é lamentável, pois não estamos mais no século passado. A participação e a criação nos movimentos para deixar esta visibilidade mais notória é importante. Temos também que promover este tipo de evento para subsidiar elas com informações e com encorajamento no sentido de enfrentar aquilo que realmente elas passam, como assédios”, disse Cacá, que também destacou a postura da Central nesta luta.

 “A CSB, neste sentido, já vem dando uma demonstração, pois já temos em nossa gestão muitas mulheres, e entendemos que as mulheres têm que participar de tudo, inclusive nas questões políticas”, finalizou o presidente da Seccional.

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)