policiais-federais-repudiam-vandalismo

Nota: Federação Nacional dos Policiais Federais repudia atos de vandalismo

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) repudia de maneira veemente os atos de vandalismo praticados contra a sede da Polícia Federal, em Brasília, atentando contra a vida de policiais federais no cumprimento de suas funções, em seu local de trabalho.

A Fenapef está certa de que a Polícia Federal fará uma apuração célere do ocorrido e trabalhará para que os envolvidos sejam encaminhados à Justiça o mais rápido possível.

A escalada da violência no país, e especialmente contra policiais federais no exercício de suas funções legalmente previstas, representa um atentado ao Estado de Direito e à democracia e deve ser combatida com rigor e nos limites da lei.

Brasília, 12 de dezembro de 2022

Marcus Firme dos Reis

Presidente da Fenapef

 

Veja também: Na diplomação de Lula e Alckmin, CSB reafirma apoio a medidas em prol do trabalhador

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra