WhatsApp-Image-2021-03-22-at-16.04.05

Policiais fazem ato contra o desmonte funcionalismo

Os agentes de segurança paralisaram suas atividades por uma hora

Na última segunda-feira (22) os trabalhadores de segurança paralisaram suas atividades das 15 às 16 horas por todo o Brasil. O movimento visa denunciar os ataques que o Governo Federal vem fazendo ao funcionalismo público, afetando diretamente os policiais brasileiros.

Além da denúncia, os atos propõem uma reflexão à sociedade, lembrando da importância dos serviços do estado em questões como a luta contra a corrupção e ao crime organizado.

Os alvos principais do movimento são a PEC Emergencial, que congela salários de servidores e impede a elaboração de concursos. A Reforma Administrativa, que extingue a estabilidade dos funcionários, também é criticada pelo movimento.

O vice-presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) Leandro Allan reforçou as pautas do movimento. “Hoje as instituições e os policiais se uniram combatendo esse projeto de massacre ao serviço público, aos policiais e às famílias dos policiais”.

 

Compartilhe:

Leia mais
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende fortalecimento dos sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas (RS) começam a negociar acordos em novo cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra
carteira vazia contas a pagar salário mínimo
Salário mínimo no BR é menos da metade do valor necessário para garantir vida digna
reajuste salarial TI Paraná
Trabalhadores de TI do Paraná terão 5% de aumento salarial; veja pisos de cada função
assembleia feserp mg
Feserp-MG convoca sindicatos para assembleia de reformulação do estatuto
instrutor de yoga entra na cbo
Ufólogo, instrutor de yoga e outras 17 ocupações são incluídas na CBO