“O que vai resolver é a vacina” diz Antonio Neto em live das Centrais Sindicais

Vacina para todos e auxílio emergencial foram os temas centrais da live que contou com a presença de diversas lideranças

As centrais sindicais – CSB, CTB, NCST, Força Sindical, UGT e CUT – transmitiram a Live pela Vida em suas redes sociais nesta quarta-feira (24). O evento tinha como tema central a importância da vacinação e do Auxílio Emergencial de 600 reais como principais medidas para conter a tragédia sanitária em que o Brasil se encontra em razão da irresponsabilidade do Governo Federal.

A mediação ficou por conta de Clemente Ganz Lúcio, diretor técnico do Dieese, que fez uma reflexão sobre as diversas vidas que poderiam ter sido poupadas caso o Presidente Jair Bolsonaro não tivesse negligenciado suas responsabilidades. “Poderíamos ter tido uma outra performance caso o Brasil tivesse coordenação de suas atividades, caso o Governo Federal tivesse atuado de maneira correta, seguindo a ciência e os especialistas e feito as iniciativas necessárias para que os governos estaduais pudessem, de maneira articulada, enfrentar a crise. Países que tomaram tais iniciativas estão tendo resultados muito menores do ponto de vista de mortes e contágios.”

Já Antonio Neto, presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), reforçou a responsabilidade do Palácio do Planalto na atual crise sanitária e, além disso, foi assertivo em relação à necessidade da vacinação em massa para voltarmos à normalidade. “A vacina é a única forma de fazer com que tudo volte à normalidade. E o Brasil, ao contrário de todo mundo, está muito atrasado. Imagina vocês que hoje, ao alcançarmos 300 mil óbitos, neste absurdo deste genocídio causado por esse governo, nós vacinamos apenas 5,7% da população e, na segunda dose, apenas 4,2%. É preciso vacinação em massa!”

Outro ponto ressaltado por Neto, foi a importância do movimento sindical e das Centrais na luta contra a covid-19, que chegaram até mesmo a se reunir com a central dos sindicatos chineses. “Naquele momento momento difícil que estavam as relações Brasil e China, para que eles liberassem o ingrediente farmacêutico para a produção das vacinas”. Lembrou também que é recorrente o posicionamento do movimento sindical em defesa das máscaras, do álcool gel e dos protocolos de segurança em geral.

A Governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, também estava presente e lembrou que a valorização da ciência é questão central na luta contra o coronavírus. “Aqui, no Rio Grande do Norte, a gente tem seguido a cartilha nacional dos nossos secretários de saúde”.

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)