WhatsApp-Image-2018-12-12-at-16.08.12-2

Entidades entregam à OIT denúncia contra governo brasileiro por violação de direitos trabalhistas

País não cumpre a Convenção 151 da Organização Internacional do Trabalho, que prevê a negociação coletiva no serviço público

A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e outras entidades entregaram à Organização Internacional do Trabalho documento com denúncias contra o governo brasileiro por violações de direitos trabalhistas. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (12) na sede da representação da OIT no Brasil, em Brasília (DF). No documento assinado por 16 instituições, entre elas centrais, federações e confederações, as organizações apontam o descumprimento da Convenção 151 da OIT, que estabelece a negociação coletiva no setor público.

Após o veto do presidente da República ao Projeto de Lei 3.831/15, que possibilitava a negociação coletiva para servidores públicos, as entidades decidiram elaborar a denúncia formal ao órgão; a decisão foi anunciada nesta terça (11) e divulgada pela CSB.

Segundo o representante da Central na reunião, Flavio Werneck, as entidades agora aguardam que a OIT tome as devidas providências internacionais. “Esperamos que com essas consequências, o Brasil, como signatário da Convenção 151 da OIT, dê andamento não só à negociação coletiva dos servidores, mas como em todo conteúdo do documento”, falou o dirigente. Werneck explicou como serão as ações a partir da entrega da denúncia.

“O próximo passo é esperar a notificação do governo federal e a resposta dele acerca do não cumprimento da Convenção e ver quais serão as medidas tomadas pela própria Organização”, finalizou Werneck, que é vice-presidente da CSB e presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal (Sindpol/DF).

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra