Diretores do sindicato participam de curso de homologação em Guarulhos

40  sindicalistas das categorias do vestuário participaram do evento

Diretores e assessores do sindicato participaram dias 01 e 2 de agosto em Guarulhos do curso de legislação, cálculos trabalhistas e homologação realizado pela Secretaria de Educação da CNTI, Confederação Nacional dos Trabalhadores na Industria.

Participaram do curso 40 sindicalistas das categorias do vestuário de Guarulhos, Barueri e Suzano, Têxteis de Guarulhos e São José dos Campos, papeleiros de Guarulhos e  óticos de São Paulo, saúde de Osasco e Auxiliares de  educação de Guarulhos.

Jose Reginaldo Inácio, Secretário de Educação da CNTI, fez a abertura do curso e listou dezenas de projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional, a maioria para retirar direitos dos trabalhadores. Reginaldo explicou que em 2012 a CNI, Confederação Nacional da Indústria, entregou ao governo e ao parlamento a agenda legislativa da indústria contendo 101 projetos de lei prioritários, entre eles o PL 4330  que regulamenta a terceirização.

A correlação de forças no Congresso é desfavorável aos trabalhadores, pois a bancada patronal tem 273   deputados,enquanto a bancada sindical dos trabalhadores tem 73 parlamentares.

Reginaldo Inácio reconheceu que as marchas da classe trabalhadora tem servido para frear a agenda empresarial no Congresso, mas para destravar a pauta trabalhista é preciso realizar  manifestações e  paralisações nas bases, envolvendo as entidades de base, melhorando a comunicação da cúpula das centrais com as bases sindicais.

Josenias Falcao Filho, assessor sindical, revisou a interpretação de direitos consagrados como férias,  aviso prévio proporcional e orientou cálculos trabalhistas na hora da homologação das rescisões  de contratos de trabalho.

Martha de Freitas, falou sobre  as questões de saúde e segurança do trabalho,  trazendo uma visão critica da legislação e da prática sindical.

Sindvestuário, CSB

Alvaro Egea, presidente do sindicato, declarou que o  curso serviu para atualizar os conhecimentos dos homologadores e  assessores jurídicos dos sindicatos, bem como  ter contato com novas interpretações  sobre  direitos dos trabalhadores com base na pratica sindical e nas decisões judiciais. Egea agradeceu ao companheiro Ozano, Reginaldo Inácio e Jose Calixto da CNTI pela realização do curso.

Ozano Pereira, Segundo Secretário da Região Sudeste da CNTI, agradeceu aos participantes e ao Sindicato do Vestuário de Guarulhos pela parceria na organização do curso. Jose Reginaldo Inácio  também agradeceu aos participantes e ao apoio do Sindvestuario de Guarulhos para a organização do curso, disse que novos cursos serão realizados e  que nos dias 21 a 23 de agosto vai acontecer em Brasília o Encontro Nacional de Homologadores do Plano da CNTI  para consolidar  todas as propostas e debates  ocorridos no pais nos cursos de homologação.

Guarulhos, 5 de agosto de 2013

A Diretoria

Fonte: Sindvestuário

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)