Chapec-1-e1461852291546

CSB/SC e sindicatos querem reunir dez mil no dia do trabalhador em Chapecó

A festa para comemorar a data terá sorteio de 44 prêmios, mateada com erva mate gratuita e shows de artistas locais

Pela primeira vez na história do Município uma instituição nacional promove evento comemorativo ao Dia do Trabalhador em Chapecó. Neste domingo, 1º de maio, Dia Internacional do Trabalho, a CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros realiza o “Encontro dos Trabalhadores” no largo da Catedral Santo Antônio, lateral da Praça Coronel Bertaso. São esperados dez mil trabalhadores na festa que adotou o tema “valorizar o trabalhador, insistir na luta, validar a vontade coletiva”.

A confraternização inicia às 8 horas e vai até o meio dia. Neste período o público participará de uma mateada (cuia e bomba devem ser levada) com erva mate fornecida gratuitamente. Os trabalhadores participarão do sorteio de 44 prêmios e tem a oportunidade de assistir atrações musicais e culturais com artistas da cidade. Como destaque o ato deve contar com a presença do presidente Nacional da CSB Antonio Neto.

A organização é responsabilidade da Federação catarinense (Fetrammmasc) e sindicato local (Sitrammec) dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias. Também, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Material Plástico – Stimpc, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação – Sitriccala e o Sindicato dos Músicos Profissionais do Oeste – Simpoesc, os três com sede em Chapecó. A promoção do evento é da RIC TV Record. Todas as instituições estão trabalhando há várias semanas “para promover o encontro, segundo maior de Santa Catarina”, disse o presidente da CSB estadual, Oneide de Paula – Neidão. A Cruz Vermelha Brasileira – filial Chapecó comercializará lanche, refrigerante e água.

Os organizadores fazem, nas empresas da cidade, a distribuição das cartelas que darão direito ao sorteio dos prêmios. Milhares de cupons chegam às mãos dos trabalhadores. “As cartelas também podem ser retiradas nas sedes dos sindicatos”, explica o presidente do Stimpc, Vilson Silveira. O presidente do Sitraccala, Valdemir Stobe – Tigrão lembra que os cartões serão distribuídos somente até às 17 horas desta sexta-feira, 29 de abril. Já o presidente do Simpoesc, Sandro Fortes, alerta que as cartelas, para validar o sorteio, devem ter o canhoto obrigatoriamente depositado em urna das urnas que estarão posicionadas no local.

Motos são os destaques

Durante a manhã de confraternização os trabalhadores concorrem ao sorteio de 25 bicicletas, dois fogões a gás (quatro bocas), dois aparelhos de televisão (32 polegadas) dois fornos elétricos, um not book e dez edredons (tamanho casal). Os prêmios mais esperados são as duas motocicletas Honda Fan 125 cilindradas. As motos, zero quilômetro, serão entregues aos contemplados já devidamente emplacadas.

Fonte: CSB/SC

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra