Central dos Sindicatos Brasileiros

CSB manifesta repúdio contra a homenagem da Alesp ao ditador Augusto Pinochet

CSB manifesta repúdio contra a homenagem da Alesp ao ditador Augusto Pinochet

A Central dos Sindicatos Brasileiros vem a público manifestar o seu total repúdio e indignação com a homenagem ao sanguinário ditador Augusto Pinochet marcada para o próximo dia 10 de dezembro, na ALESP.

A direção nacional da CSB tomou conhecimento neste emblemático dia 20 de novembro, dia de resistência do povo negro, que o Deputado Estadual Frederico D’Ávila (PSL-SP) solicitou uma homenagem a um personagem cruel, símbolo do autoritarismo e da barbárie.

Pinochet perseguiu opositores, ordenou mortes, torturas, viu em seu regime atrocidades que vão de estupros em massa à proteção de uma rede de pedófilos nazistas. Foi em seu governo ultraliberal que o povo chileno viu a destruição de seus direitos sociais e humanos para a implantação de um regime implacável com os pobres. É a constituição de Pinochet que é rechaçada pelos chilenos em manifestações avassaladoras nos últimos dias.

A crueldade de Pinochet está acima da disputa entre progressistas e conservadores ou liberais e socialistas. Cultuar Augusto Pinochet é cultuar a barbarie, o ódio e o autoritarismo.

É papel de todos os democratas repudiar a homenagem prevista para o dia internacional dos direitos humanos.

Esperamos que o Presidente da ALESP, Cauê Macris cancele tal atividade, que ataca a democracia, a constituição e a memória das vítimas de Augusto Pinochet.

Antonio Neto
Presidente da CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros

Be Sociable, Share!