Centrais: Todo apoio à greve dos trabalhadores das montadoras nos EUA

Centrais sindicais brasileiras assinam nota de solidariedade à greve dos trabalhadores das montadoras nos EUA – O conjunto das centrais sindicais brasileiras manifesta apoio incondicional aos trabalhadores da General Motors, Ford e Stellantis, nos Estados Unidos, que entraram em greve dia 15 de setembro de 2023.

Pela primeira vez na história do movimento de trabalhadores nos EUA, operários e operárias das três maiores fabricantes de automóveis cruzaram os braços ao mesmo tempo, em uma mobilização unitária.

A luta é uma reação às perdas salariais e aos ataques aos direitos dos trabalhadores das montadoras ocorridos por anos consecutivos.

Fábricas foram fechadas e os trabalhadores sofreram com a implantação de grades salariais rebaixadas e perda de direitos enquanto as três empresas obtinham lucros exorbitantes (obtiveram lucro de R$ 21 bilhões nos primeiros meses de 2023, segundo o UAW, United Auto Workers, sindicato que organiza os trabalhadores automotivos dos EUA e Canadá).

Relacionada: Biden apoia trabalhadores em greve e pede que montadoras partilhem “lucros recordes”

A greve dos trabalhadores das montadoras nos Estados Unidos é justa e deve ser apoiada por todos, a começar pelos trabalhadores de montadoras no Brasil, que enfrentam os mesmos problemas. A solidariedade internacionalista é fundamental!

Por isso, chamamos todos os sindicatos, movimentos sociais e demais organizações democráticas a, através de ações de solidariedades, apoiar firmemente esta mobilização.

Pelo atendimento das reivindicações levantadas pelo o UAW!

Pela vitória dos trabalhadores nos Estados Unidos!

Viva a solidariedade internacional!

São Paulo, 15 de setembro de 2023.

Antonio Neto, presidente da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros)

Sérgio Nobre, presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores)

Miguel Torres, presidente da Força Sindical

Ricardo Patah, presidente da UGT (União Geral dos Trabalhadores)

Adilson Araújo, presidente da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil)

Moacyr Roberto Tesch Auersvald, presidente da NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores)

Nilza Pereira, secretária geral da Intersindical Central da Classe Trabalhadora

Atnágoras Lopes, secretário executivo Nacional da CSP-Conlutas

José Gozze, presidente da PÚBLICA, Central do Servidor

Emanuel Melato, coordenador da Intersindical – Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora

Compartilhe:

Leia mais
mpt recomendação contadores contribuição sindicatos
Contador não pode incentivar oposição à contribuição sindical, orienta MPT
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto sobre Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto