Biden apoia trabalhadores em greve e pede que montadoras partilhem “lucros recordes”

Biden apoia trabalhadores em greve nos EUA – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu que as montadoras melhorem suas propostas aos trabalhadores em greve de três fábricas em Detroit, Michigan. A paralisação começou nesta sexta-feira (15), após negociações frustradas entre as partes.

Em discurso na Casa Branca, o presidente apoiou os grevistas dizendo que GM, Ford e Stellantis tiveram “lucros recordes” e deveriam compartilhar os ganhos de forma mais justa com os trabalhadores.

“As empresas fizeram propostas significativas, mas acredito que elas deveriam ir além para garantir que lucros recordes signifiquem contratos [salários] recordes. Lucros recordes de corporações, que elas têm, deveriam ser compartilhados”, afirmou.

Joe Biden disse ainda apoia o esforço do sindicato por um reajuste maior pois uma conquista no setor pode pressionar por melhores salários e benefícios para todos.

GM e Ford propuseram um aumento de 20%, enquanto a Stellantis ofereceu 17,5%. O United Auto Workers (UAW), sindicato dos trabalhadores das montadoras, pede um reajuste de 36%. O UAW tem 146 mil membros, sendo 13 mil os que pararam as atividades nas três fábricas.

“Sindicatos fortes são essenciais para o crescimento da economia, e um crescimento de baixo para cima, não apenas no topo. Estamos construindo uma economia do futuro, então precisamos de contratos de trabalho do futuro. Essa transição deve ser justa e um ganha-ganha para trabalhadores e montadoras”, disse Biden.

Ele anunciou que enviará a Detroit a secretária interina do Trabalho, Julie Su, e o conselheiro sênior da Casa Branca, Gene Sperling, para mediar as negociações.

Foto: reprodução/EPA

Informações: AP e The Guardian

Compartilhe:

Leia mais
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto que altera regras do Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto
Ministro Carlos Lupi e José Avelino Pereira Sinab CSB
Presidente do Sinab assume posto no Conselho Nacional de Previdência Social
destruição enchente rs auxilio financeiro
Mais de 5,6 mil trabalhadores domésticos no RS podem pedir auxílio financeiro; saiba como
img-inscricao-concurso-publico-vagas-para-ti
Encerram hoje (4/7) inscrições para concurso do Ministério da Gestão; salário de R$ 8,3 mil