WhatsApp-Image-2021-10-15-at-14.48.02

FESSERGS e Fórum em defesa do IPE-SAÚDE realizam atos em Porto Alegre

FESSERGS, o Fórum Permanente em Defesa do IPE-Saúde, o MUS – Movimento Unificado dos Servidores e a CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB RS), participaram dos Atos promovidos pelo CPERS, no dia do Professor, em Defesa do IPE-Saúde e pelo fim do congelamento salarial imposto há sete anos a todos os servidores públicos gaúchos.

O Ato iniciou às 09:30 em frente ao IPE e se deslocou em caminhada até o Palácio Piratini.  Para Sérgio Arnoud que saudou os professores e professoras, por seu Dia, a luta está interligada, pois com o congelamento salarial o orçamento do IPE também fica inalterado e insuficiente. Arnoud chamou a todos para uma luta conjunta, em defesa dos serviços e dos servidores públicos.  Na oportunidade os servidores liderados pela FESSERGS levaram um caixão e uma cruz simbolizando o enterro dos serviços públicos no governo Leite. Igualmente o CPERS realizou o funeral da Educação.

Pelo Fórum em Defesa do IPE, Márcia Elisa Pereira Trindade se solidarizou com professores e servidores e defendeu uma luta comum.  “Estamos na rua protestando por um Rio Grande melhor! Não queremos um Rio Grande empobrecido e privatizado”, reiterou o presidente da Fessergs, Sérgio Arnoud.

Tatiana Danieli – Imprensa Fessergs e CSB RS

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra