CSB repudia ataques e exige respeito a professores de Valparaíso (GO)

Durante apresentação do programa “Na polícia e nas ruas”, apresentado pelo jornalista Fred Linhares, na última segunda-feira (13) na rádio Atividade FM de Brasília, um espetáculo de desrespeito e desconhecimento com os professores da rede municipal de ensino de Valparaíso de Goiás foi transmitido para milhares de ouvintes da região. Usando termos como “desgracentos” e “miséria” para se referir aos professores do município que há meses lutam contra uma administração que se nega ao dialogo e o simples cumprimento da lei.

Os ataques surgem exatamente no momento em que um embate entre professores e a prefeitura da cidade ocorre, com os profissionais pedindo por, entre outras coisas, um reajuste data base de 15% para todos os servidores, piso salarial do magistério de 33,24%, auxilio alimentação para todos os servidores, vale transporte integral e uma gestão mais democrática com eleição para diretor. Além da adoção de concursos públicos para todas as área, contrato temporário para merendeiros e a revisão do plano de carreiras dos servidores na cidade, para preencher lacunas no ensino público da cidade que enfrenta uma séria crise.

É inacreditável que após inúmeros esforços durante mais de dois anos de pandemia, diante de uma estrutura sucateada e colocando em risco as próprias vidas, os professores de Valparaíso de Goiás tenham que lidar com ataques em rede de rádio por lutarem uma luta justa e que representa os interesses de toda sociedade.

“O fato é que Fred Linhares não conhece o chão de uma sala de aula. Não sabe a realidade de uma escola pública com salas lotadas sem condições de trabalho. Sem merendeiras suficientes, sem carteiras, sem porteiros e sem segurança. Exigimos respeito por parte desse senhor e uma retratação pública.” afirmou Jean Mourão, professor da rede pública de Valparaíso de Goiás

Como dizia Darcy Ribeiro: “A crise da educação no Brasil não é uma crise; é um projeto.” quando Fred Linhares ataca os profissionais da educação de Valparaíso, nada mais faz do que alimentar esse projeto que só traz fome, violência e crise econômica ao Brasil.

A Central dos Sindicatos Brasileiros se solidariza com a categoria e está à disposição para auxíliar no que for necessário.

Compartilhe:

Leia mais
mpt recomendação contadores contribuição sindicatos
Contador não pode incentivar oposição à contribuição sindical, orienta MPT
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto sobre Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto