Com desemprego recorde e sem Auxílio, alta do PIB no 1º trimestre só foi sentida por parte da população

Apesar da criação de vagas formais ao longo do trimestre, o desemprego seguiu batendo recordes: em março, eram 14,8 milhões de brasileiros sem trabalho. E sem a ajuda do Auxílio Emergencial (que só voltou a ser pago, e em valores reduzidos, em abril deste ano), milhões de brasileiros seguem sem conseguir melhorar seus patamares de consumo – segundo os dados do PIB, o consumo das famílias recuou 0,1% de janeiro a março, após dois trimestres de crescimento.

Com a recuperação desigual, alguns brasileiros já comemoram a saída da crise, enquanto outros conseguem ver a luz no fim desse túnel já no segundo trimestre. Para muitos, no entanto, a retomada ainda parece distante.

Fonte: G1

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)