Central dos Sindicatos Brasileiros

Sindicato de São Sebastião do Paraíso promove palestras sobre a Reforma da Previdência

Sindicato de São Sebastião do Paraíso promove palestras sobre a Reforma da Previdência

Na noite de quinta-feira, 4 de abril, no Teatro Municipal, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião do Paraíso (SEMPRE-SUDOESTE/MG), promoveu duas palestras com o tema: os impactos da Reforma da Previdência, proposta pelo Governo Federal, na vida dos servidores públicos, trabalhadores urbanos e rurais.

Na primeira palestra, a Mestra/Advogada, Carol Colombaroli, destacou o perigo da desconstitucionalização da previdência que hoje somente pode ser alterada através de PEC, que exige o voto de pelo menos 308 deputados favoráveis. Caso a reforma seja aprovada, o governo poderá propor, quando bem entender, mudanças na previdência através de Leis Complementares que são bem mais fáceis de serem aprovadas na Câmara de Deputados. Falou ainda sobre como cada categoria sofrerá com as mudanças propostas, de modo especial a Classe Trabalhadora, a qual ganha menos de cinco salários mínimos.

Na segunda palestra, a Cientista Social, Eloise David, alertou sobre as consequências de assistirmos calados às perdas de direitos propostas nesta reforma, que afetam diretamente os mais pobres. Salientou sobre a importância de falar sobre o assunto, fomentando discussões que levem as pessoas à refletirem sobre as consequências da PEC 06/2019.

A intensão do SEMPRE-SUDOESTE/MG, ao promover estas palestras, foi de proporcionar a oportunidade às pessoas que compareceram de conhecerem o que está sendo proposto na reforma e como isso refletirá na vida dos brasileiros a médio e longo prazo.

Em nome de diretoria do sindicato, o presidente Rildo Domingos, agradeceu a presença de representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Sebastião do Paraíso, ao público presente e às palestrantes e convocou a todos para que, unidos, possamos mobilizar mais e mais pessoas deixando claro aos nossos deputados e senadores, que eles foram eleitos por nós, portanto devem se posicionarem e votarem a favor do povo brasileiro.

Fonte: Feserp-MG

Compartilhe!