Central dos Sindicatos Brasileiros

STICM e CSB comemoram resultado positivo de protestos por direitos trabalhistas

STICM e CSB comemoram resultado positivo de protestos por direitos trabalhistas

Após uma série de protestos feitos pelo STICM com apoio da CSB, trabalhadores receberão valor integral de salários atrasados e rescisões de contrato do trabalho

Na última terça-feira (21), foi realizado mais um protesto, em Pelotas, onde se reuniram trabalhadores prestadores de serviço da empresa Enfil, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Pelotas (STICM) e a CSB, cobrando pagamentos atrasados e recebimento de rescisões de contrato de trabalho.

Diante o cenário onde a Enfil, prestadora de serviços contratada pelo Serviço Autônomo de Saneamento Básico (Sanep) para desenvolver a Estação de Tratamento de Água (ETA) São Gonçalo, está sem realizar pagamentos desde dezembro de 2019, além de ter demitido 22 pessoas e não ter concedido acertos rescisórios, o STICM, junto dos trabalhadores e da CSB, buscou a paralisação visando resultados positivos para os trabalhadores.

Após a série de protestos, o diretor-presidente do Sanep, Alexandre Garcia, se reuniu em São Paulo com representantes da Enfil, assim os mesmos de comprometeram a pagar na próxima sexta-feira (24) o valor total referente às rescisões de contrato e no dia 30 de janeiro quitarão todos os valores da folha salarial.

O presidente do STICM, Dário Vilela, liderou a ação a favor dos direitos trabalhistas. “O sindicato, mesmo com todo desmonte, é uma ferramenta para o trabalhador, a partir disso, precisamos ter mais consciência de luta, nos organizar enquanto sindicato e sempre estar pelo trabalhador, em contrapartida dos que acreditam em nós. Eu, como presidente, tenho o papel de estar ao lado do operário”, comemorou Vilela, sobre a adesão dos protestos.

O vice-presidente da CSB, Sergio Arnoud, também comemorou o desfecho da conquista com o sentimento de papel cumprido no sentido de respaldar mais uma luta. “Mais uma vez a presença e participação da CSB, através do nosso dirigente Claudiomiro Amaral e demais companheiros trabalhadores nos transportes, foram fundamentais para a vitória do Sindicato da Construção e Mobiliário de Pelotas na luta pelo pagamento de salário atrasados e rescisões. Depois de uma greve intensa, liderada pelo presidente Dário Vilela, com total apoio da CSB, enfim apareceram os salários. Assessorados pelo nosso companheiro Dercirio Junior, nossos filiados de Pelotas conquistaram essa importante vitória para os trabalhadores” finalizou Arnoud.

Be Sociable, Share!