Professores-em-estado-de-greve-em-Carpina-csb

Professores decretam estado de greve em Carpina (PE)

Maria Mercês Silveira, vice-presidente da CSB, encabeça a mobilização da categoria

 

Em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (18), na sede do SIMSEMUC, os professores da rede municipal de ensino de Carpina aprovaram o estado de greve da categoria. A medida é o primeiro passo antes da deflagração da greve.

De acordo com Mercês Silveira, presidente do SINDPROFEM, a medida é para cobrar da prefeitura de Carpina o cumprimento de decisão judicial favorável aos professores para cumprimento do piso e seus reflexos no plano de cargos e carreira, relativo ao ano de 2017, e o pagamento do terço de férias da categoria.

Ainda segundo a presidente do Sindicato, os professores continuam trabalhando, e será enviada a ata da reunião para o executivo municipal para dar ciência por escrito. A partir de 15 de agosto será ingressada uma ação para legitimar a greve após a deflagração.

Ainda durante a reunião, foi aprovado um repúdio contra o prefeito de Tracunhaém, Belarmino Vasquez (PR), contra declarações do gestor em entrevista ao programa Francisco Jr. A medida foi proposta pela professora Zete Cavalcanti e aprovada.

Confira abaixo a entrevista concedida pela presidente do SINDPROFEM, a professora Mercês Silveira:

https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=w2JTaBAtYmk

Fonte: Portal Voz de Pernambuco

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra