Em Recife, Curso de Formação Sindical reforça e qualifica dirigentes na luta contra a retirada de direitos trabalhistas

Mais de 60 dirigentes de vários estados e categorias participaram das atividades, que começaram na última segunda-feira (7)

Acabou nesta sexta-feira (11), na capital pernambucana, a primeira edição do Curso de Formação Política e Sindical da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) realizado no Nordeste. O evento, que começou na última segunda-feira (7), contou com a presença de 63 dirigentes sindicais nordestinos, das mais diversas categorias.

Em um momento obscuro e incerto do País, com riscos eminentes de retiradas de direitos dos trabalhadores, os dirigentes puderam se qualificar em temas relacionados ao trabalhismo, estrutura sindical, história, além de capacitação e contabilidade sindical.

Com grande repercussão, a reforma trabalhista, sancionada pelo presidente da República, Michel Temer, tem causado muitas dúvidas e temores no meio sindical. O Curso levou para os dirigentes novas informações e maneiras de minimizar os prejuízos aos trabalhadores.

“Participei do primeiro curso em São Paulo e hoje vivemos um momento difícil no sindicalismo. A CSB está de parabéns porque está capacitando seus sindicalistas a lidarem com a situação. O sindicalista melhorado vai conseguir manter seu sindicato em pé”, disse a Edvânia Alves, presidente do Sindicato do Servidores do Município de Salgueiro.

Para José Laceia, do Sindicato dos Odontologista dos Estado da Paraíba, a condução do curso foi determinante para o aprendizado dos dirigentes. “A metodologia foi perfeita, bem orientada, pausada, dentro de uma linguagem aproximada do sindicalista e sem muitos termos jurídicos”, falou o dirigente.

Todo conhecimento adquirido nesses cinco dias intensos de cursos deverá ser repassado para as bases. “Foi muito importante a capacitação desse curso, ele deu uma possibilidade de voltarmos para a base com conhecimento vasto de orientação. Foi um curso eficaz em todas as aplicações. Dentro do conteúdo do curso tem matérias riquíssimas que podemos levar para nossos filiados”, disse José Marcos, presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Patos (PB).

“O curso é essencial para os dirigentes sindicais e é bastante rico de informações. Nosso objetivo agora é repassar as informações através de assembleias. Com essas informações, podemos desenvolver o trabalho melhor”, falou José Maria, dos Sindicato dos Servidores Públicos de Joaquim Nabuco (PE).

Segundo Antônio de Pádua, diretor de Política Social e formação Sindical do Grupo Ocupacional Administração Tributária do Estado de Pernambuco (Sindfisco-PE), o curso trouxe à tona que é necessário lutar. “O trabalhador tem que reagir, cobrar o que essa reforma vai trazer de bom. Se o desemprego continuar, foi tudo engordo para tirar direitos dos trabalhadores. A história dos sindicatos também foi muito boa. Vimos que os direitos foram conquistados com muita luta, sangue e suor. E em pouco tempo eles tiraram tudo”, completou.

A postura da CSB também foi reconhecida e elogiada pelos dirigentes que estiveram em Recife. “Esta central é uma central que veio para ajudar os dirigentes e trazer as informações que nós precisamos. Achei muito bom esse curso e espero que possam fazer outras edições para que possamos ter mais conhecimento dentro do movimento sindical”, completou o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Cambuci (PE), Paulo André.

 

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)