Em plenária, trabalhadores rurais de Pacajus (CE) debatem as reformas do governo

Evento contou com a participação do senador José Pimentel (PT)

Em plenária realizada na manhã do último sábado (8), o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pacajus (STTR), reuniu em sua sede, na cidade de Pacajus, a 55 km de Fortaleza, centenas de trabalhadores da categoria para um debate sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, que trata da reforma da Previdência e o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 38/2017, que trata da reforma trabalhista e que deve ser votado no Senado Federal nesta terça-feira (11).

Durante o encontro, que contou com a presença do senador José Pimentel (PT-CE), do vereador de Pacajus Jair Lima e dirigentes da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultores Familiares do Estado do Ceará (FETRAECE), também foi discutida a importância da união entre os trabalhadores rurais e urbanos.

Segundo o presidente da Seccional Ceará da CSB, Francisco Albuquerque Moura, a união pode fazer a diferença.

“Debatemos as reformas e reafirmamos a importância do discurso de união entre os trabalhadores do campo e da cidade no sentido de mobilizar para garantir os direitos dos trabalhadores, pois a reforma trabalhista prejudica todas as categorias, e na reforma da Previdência, os rurais são execrados com o fim da aposentadoria especial, entre outros direitos que serão retirados. Destacamos essa mobilização pelo homem do campo, pela defesa dos direitos, do Brasil e da sua soberania, que estão sendo desrespeitados no Congresso. Por isso, pedimos o fim deste governo e eleições diretas já”, falou Moura.

Em seu discurso, o senador José Pimentel elogiou a atuação da Central na luta contra as reformas propostas pelo atual governo.

“Nesse momento que querem retirar os direitos que nós conquistamos desde Getúlio Vargas para cá, a CSB, através do Moura, não tem se limitado para estar no Congresso e no Senado Federal, visitando cada parlamentar. Esta reforma que eles estão apresentando é uma contrarreforma, pois quando fazemos uma reforma é para melhorar as condições, mas o que eles querem faz exatamente o contrário, o objetivo dela é retirar os poucos direitos que nós conquistamos com muita luta. Se essa reforma passar, 80% dos trabalhadores rurais nunca vão se aposentar. É um corte muito grande”, falou o senador.

Moura ainda parabenizou o presidente do STTR, José Silva, e todos os trabalhadores rurais que estiveram presentes na plenária.

“Fica aqui registrado os nossos parabéns, ao presidente deste organizado e combativo sindicato pelo o belo evento. Juntos seremos sempre mais fortes”, finalizou o presidente da CSB Ceará.

Compartilhe:

Leia mais
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se
CSB-RS conselho plano rio grande
Reconstrução do RS: CSB toma posse como membro do Conselho do Plano Rio Grande
distribuição extra fgts
Após acordo com centrais, governo fará distribuição extra do FGTS aos trabalhadores