Centrais sindicais lutam pelo reajuste do piso salarial estadual em SC

Em conjunto com federações, a proposta feita passou por sua primeira etapa na rodada de negociações

Foi realizada hoje, na sede da FIESC em Florianópolis, a primeira rodada de negociação visando o reajuste do Piso Salarial Estadual para 2020. A proposta feita por centrais sindicais e federações passou por sua primeira etapa, onde foram discutidas análises e a conjuntura econômica atual, e seguirá em negociações até a segunda quinzena de janeiro de 2020, quando serão divulgados os principais índices.

Entre os representantes dos trabalhadores estiveram dirigentes da CSB, UGT, CUT, Intersindical, Nova Central e Força Sindical, além das federações Fetiesc e Fetaesc, com a coordenação do Dieese-SC. Já representando o empresariado, estiveram presentes diretores da FIESC e das federações das áreas do transporte, hospitais, agricultura e comércio.

No décimo ano de negociação do reajuste para o Piso Estadual, os trabalhadores catarinenses continuam a reivindicar que as quatro faixas do Piso Estadual tenham seus valores iguais aos do Piso do Paraná, que é mais de 10% maior.

Para Nicolau de Almeida Neto, dirigente da CSB, a importância dessa rodada de negociação é o processo de construção através dos anos, renovando as conquistas. “Estamos completando 10 anos de discussão do piso estadual de salário e todos os anos tivemos ganho em relação a reposição da inflação” afirma o dirigente.

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)