25 de Abril: Dia do Contabilista

CSB parabeniza a categoria e reafirma o compromisso da luta pela melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores e trabalhadoras

Desde 1926, o Dia do Contabilista é comemorado em 25 de abril. Mais do que controlar a atividade contábil, a categoria é estratégica, fundamental nas grandes decisões de empresas públicas e privadas. De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), hoje, o Brasil tem quase 530 mil profissionais contábeis.

De acordo com o vice-presidente da CSB e diretor-secretário da Federação dos Contabilistas do Estado de São Paulo (FECONTESP), Jair Gomes de Araújo, a profissão começou nos primórdios da humanidade. “A história da contabilidade é igualmente antiga à história da civilização. Esta ciência tem sua origem na necessidade de registros do comércio, de proteção, posse e interpretação de fatos ocorridos com os mesmos”, explicou.

Há cem anos, a primeira denominação escolhida para a categoria foi ‘guarda-livros’. A regulamentação com o nome atual veio por meio da Lei 9.295, de 27 de maio de 1946. De lá para cá, o profissional tornou-se muito versátil, com possibilidade de atuação como empresário contábil, contador autônomo, auditor, perito contador, contador gerencial, contador ambiental, entre outras especialidades.

Ao definir o dia a dia do trabalho, a vice-presidente da CSB e presidente do Sindicato dos Contabilistas do Município do Rio de Janeiro (SINDCONT/RJ), Lygia Maria Vieira Sampaio, afirmou que “além de processar dados contábeis e reportá-los aos usuários dessas informações (empresários, acionistas, fisco), [o contador] desenvolve um leque de atribuições, assegurando o cumprimento dos mais variados normativos e prestando à administração informações relevantes para a gestão da empresa ou órgão público”.

Nas palavras de Araújo, a contabilidade é a ciência responsável por avaliar o patrimônio das empresas. “Pode-se afirmar que é a linguagem dos negócios, por meio da qual a realidade das empresas é traduzida em números, entre outros, para subsídio à tomada de decisão de gestores e administradores de empresas”, pontuou o vice-presidente.

Bandeiras de luta

Assim como em todas as áreas, os contabilistas também passam por dificuldades. A dirigente cita como principal bandeira de luta a desburocratização na prestação de informações aos órgãos públicos.

Para Jair, é preciso mais reconhecimento perante a sociedade. Ele explica que a atividade exige de seus profissionais atualização, por meio de cursos e atividades de educação profissional continuada.

“Atualmente, o contador, para ser bem-sucedido, deve dominar não somente os muitos conhecimentos técnicos da profissão, mas conhecer e acompanhar o Legislativo brasileiro em suas três esferas, assim como os fiscos, conhecer sistemas, falar um segundo idioma, saber comunicar-se e, quando empresário, unir todas estas competências à administração de sua empresa e gerenciamento de seus funcionários”, contextualizou.

Ética e transparência

Entre diversas características da atividade, os dirigentes da Central destacam como fundamentais a ética e a transparência. “A contabilidade é o instrumento que informa claramente a situação de uma empresa ou entidade, ela revela os atos e fatos, mantém a história de uma instituição, serve como base de projeções para futuros negócios, detectas as irregularidades administrativas dos gestores, desde que as normas contábeis sejam aplicadas corretamente”, ressaltou o vice-presidente da CSB e diretor da Federação dos Contadores e Técnicos em Contabilidade do Estado do Rio Grande do Sul (Federacon RS), Sergio Dienstmann

Ao analisar a história recente do Brasil, o especialista afirmou que “o maior desafio atual é tirar do mundo politico as expressões ‘caixa 2’e ‘contabilidade criativa” e que essa necessidade está nas mãos dos profissionais responsáveis e éticos.

Dia do Contabilista

A CSB parabeniza a categoria e reafirma o compromisso da luta pela melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores.

Veja abaixo as mensagens dos dirigentes a todos os contabilistas brasileiros:

Jair Gomes de Araújo – “É extremamente gratificante acompanhar e participar do nascimento e do desenvolvimento de empresas, da geração de empregos, de negócios e de oportunidades, assim como de contribuir para a realização de sonhos de muitos empreendedores. Aos meus colegas contabilistas, desejo que a cada ano em que esta data se repetir, com ela repitam-se também o reconhecimento à grandeza da contabilidade e sua importância às empresas e à economia.”

Lygia Maria Vieira Sampaio – “Se há cem anos éramos chamados de guarda-livros, hoje somos importantíssimos para a sociedade e o nosso trabalho vai além da escrituração de livros. Somos os pilares da transparência e do controle social.”

Sergio Dienstmann – “Parabéns a todos os contabilistas vinculados à CSB, que em torno desta marca importante para o desenvolvimento do nosso País possamos defender o que é justo, cumprir e fazer cumprir todas as nossas normas dentro do respeito e ética. A união de todos os profissionais na mesma causa fortalece a categoria e engrandece as entidades e as empresas.”

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)