1º de maio: Dia do Trabalhador – Acompanhe a cobertura em tempo real

Feriado nacional, o 1º de maio, data de grandes festas pelo Brasil, tem um significado diferente em um ano cuja agenda neoliberal do governo de Jair Bolsonaro tenta usurpar importante instrumento de combate à desigualdade social no Brasil, a Previdência Social.

Unidas, as centrais sindicais fazem deste dia um pontapé inicial para uma grande mobilização para barrar a PEC 06/2019, da reforma da Previdência.

Este 1º de maio, de muita luta e protesto, também é uma preparação para as paralisações que devem acontecer em todo Brasil.

Acompanhe a cobertura dos principais atos.

10h30 – Começa o ato de 1º de maio em São Paulo, que terá, além dos shows de artistas como Ludmilla, Leci Brandão, Simone & Simaria, Maiara & Maraísa, Paula Fernandes, Toninho Gerais, Mistura Popular e da Dj Evelyn, a presença dos presidentes das centrais sindicais para convocar o povo para a luta.

Acompanhe ao vivo, diretamente do Vale do Anhangabaú

14h35 – Dirigentes da Seccional Rio Grande do Sul estão na Rótula das Cuias, em Porto Alegre, para o ato de 1º de maio.

13h19 – Em evento para os trabalhadores, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Esteio e Sapucaia do Sul faz sorteio de prêmios para homenagear aqueles que lutam pelo Brasil.

12h05 – Na Praça do Relógio, em Taguatinga (DF), a CSB também está presente no ato unitário das centrais pelo País.

11h50 – O vice-presidente da CSB, José Avelino Pereira, o Chinelo, manda seu recado no Vale do Anhangabaú.
“Os trabalhadores entenderam a importância de combater essa reforma porque ela retira direitos dos trabalhadores, do homem do campo, que trabalha de sol a sol. É importante discutir em todos os estados e dizer que essa reforma tira direitos.”

11h20 – Presidente Antonio Neto marca presença no ato do Vale do Anhangabaú. Militância da CSB em peso contra a reforma de Bolsonaro e Paulo Guedes.

11h20 – Em Cachoeira do Sul (RSx), a CSB está presente na Feira Livre do município.

10h45- No Mercado de São Brás, em Belém do Pará, as Centrais também estão reunidas para lutar contra a reforma da Previdência. João Alberto Modesto Rodrigues, presidente do Sindicato dos Médicos Veterinários do Pará (SIMVEPA), representa a CSB no ato.

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)