Central dos Sindicatos Brasileiros

Servidores Públicos de São João Batista (SC) protestam contra falta de reajuste salarial em frente à prefeitura

Servidores Públicos de São João Batista (SC) protestam contra falta de reajuste salarial em frente à prefeitura
Sem resposta do governo, categoria aprovou o estado de greve em assembleia geral

 

 

Nesta terça-feira (25), os Servidores Públicos de São João Batista, município de Santa Catarina, promoveram ato em frente à prefeitura local para reivindicar reajuste salarial. O estado de greve da categoria foi aprovado durante assembleia geral do Sindicato dos Servidores Públicos de São João Batista.

Conforme explicou o presidente do sindicato filiado à CSB, Sebastião de Melo, “a paralisação saiu da sede do sindicato às 9h e foi até a praça central da cidade, em frente à prefeitura”. “Cantamos o hino nacional, permanecemos na praça da prefeitura até 12h30. Seguimos ao Fórum onde entregamos mais um ofício pedindo ajuda à juíza e retornamos à praça da prefeitura”, contou.

“Hoje, a defasagem no salário dos funcionários encontra-se na média de 16,65% até 2017. Nós estamos correndo através de ofícios, pedidos ao prefeito, reuniões para ver se conseguimos esse valor para nossos funcionários. Até o momento, não tivemos respostas [da prefeitura]”, completou o dirigente.

A direção do sindicato deliberou que, se caso não tiver retorno do governo, fará nova assembleia geral na próxima semana.

De acordo com o assessor da CSB Santa Catarina, Nicolau de Almeida Neto, a paralisação tem boa adesão. “Pararam 100% dos motoristas de transporte escolar, 90% do setor de saúde (só funciona atendimento de emergência) e parte dos garis e das merendeiras”, ressaltou.

“Nós vamos sentar com a direção para planejar os próximos passos da campanha salarial porque na negociação a reivindicação dos trabalhadores foi reposição de 23,5% e a proposta do prefeito foi não, não e não, alegando que não tem dinheiro para pagar”, explicou o assessor.

Be Sociable, Share!