Central dos Sindicatos Brasileiros

Sindicatos mato-grossenses aprovam procedimento para desconto da contribuição sindical

Sindicatos mato-grossenses aprovam procedimento para desconto da contribuição sindical

Em assembleia, os sindicatos dos municipários de Nova Bandeirantes e Sapezal ratificaram por unanimidade 

No estado do Mato Grosso, mais duas entidades sindicais de municipários – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Bandeirantes e Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sapezal – aprovaram em assembleia e de maneira unânime o procedimento para desconto da contribuição sindical.

Realizada na última quinta-feira (22), em uma escola na cidade de Sapezal, a 500 km da capital do estado, os municipários daquela cidade aprovaram também pela entrada de uma ação de cobrança da Unidade Real de Valor (URV). Para o presidente da entidade, Jader Mayer, a aprovação da contribuição sindical é importante no fortalecimento do sindicato e de suas lutas pelos trabalhadores.

“Os servidores têm entendido que a contribuição é para fortalecer o sindicato e dar condições para ele continuar na defesa dos trabalhadores”, disse Mayer, que assegurou que as assessorias jurídicas e os convênios são os mais usados pelos sócios.

A quase 1000 km de Cuiabá, os municipários de Nova Bandeirantes aprovaram também a prestação de contas de 2017. Segundo o presidente do sindicato, Sandro Roberto da Silva, os servidores têm entendido e concordado com a contribuição por conta do trabalho diferenciado da entidade. Os dirigentes também têm trabalhado em campanhas para aumentar sua base na região.

“Eles [servidores] concordam com a contribuição porque estamos fazendo um trabalho bem diferenciado. Antes não tínhamos advogado, hoje nós temos e agora teremos uma clínica odontológica para atender os filiados, além disso, fizemos bastante convênio com o comércio. Estamos fazendo um trabalho para melhorar. Procuramos explicar para que serve esse dinheiro e, assim, estamos trazendo o pessoal que antes não tinha esta visão”, afirmou Silva, que está à frente da entidade há 8 meses e representa mais de 560 servidores.

A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) tem levado à sua base muita orientação, além da capacitação técnica e jurídica sobre questões essenciais na vida dos trabalhadores. Para o vice-presidente da Seccional Mato Grosso da Central, Antonio Wagner de Oliveira, essa iniciativa dá credibilidade junto aos servidores.

“A CSB, com a escola de formação política e sindical, tem permitido que os quadros estejam antenados a ponto de esclarecerem os trabalhadores sobre todos os prejuízos que eles tiveram nos últimos dois anos. Quando você confronta o trabalhador com isso, ele percebe que precisa fortalecer a entidade sindical, e este fortalecimento é inclusive financeiro. Ele percebe que está sendo induzido a acreditar que o sindicato está ali só para arrecadar, mas quando ele é esclarecido que isso é uma narrativa que só interessa ao setor patronal, ele percebe que está sendo enganado”, finalizou Wagner, que acredita em três vertentes de apoio dos trabalhadores.

Projeto Empreendedorismo na escola

Na última sexta-feira (23), a Seccional Mato Grosso da CSB, representada pelo seu secretário da Juventude, Ederaldo José Pereira de Lima, participou de reunião com o governador do estado, Pedro Taques, no Palácio do Governo, para apresentar o projeto Empreendedorismo na escola. Lima, que representa a Central no Conselho Estadual da Juventude, acredita muito na importância deste projeto de autoria dele

“Nós, da CSB, fomos convidados e entramos no Conselho, onde atualmente eu faço parte da coordenação de desenvolvimento econômico. Queremos ir para as escolas falar sobre as profissões, sobre o cenário econômico atual, sobre como está a conjuntura e o que o estudante pode encontrar lá na frente. Hoje, preparamos os jovens para passar no vestibular, e não para entrar no mercado”, explicou o dirigente da CSB.

Compartilhe!